Divulgado o trailer de "Última Parada 174"

No dia 12 de Junho de 2000, o Brasil, literalmente, parou para assistir ao drama de passageiros que estavam no ônibus que fazia a linha 174, no Rio de Janeiro, e que passaram quase cinco horas sob a mira do revólver empunhado por Sandro Barbosa do Nascimento. O acontecimento causou uma verdadeira discussão na opinião pública por causa do seu trágico fim. Filmes já foram feitos sobre isso, como o excelente documentário “Ônibus 174”, dirigido por José Padilha, e que mostrava um olhar abrangente do que aconteceu naquele dia, ao mesmo tempo em que falava sobre a formação de um criminoso no Brasil.

 

No entanto, existe ainda gente que acredita que esta história pode ser explorada de outra forma. “Última Parada 174”, filme dirigido por Bruno Barreto e escrito por Bráulio Mantovani (que foi indicado ao Oscar de Melhor Roteiro Adaptado por “Cidade de Deus”), quer esquecer reféns e polícia para mostrar ângulos diferentes da história de vida de Sandro. O teaser trailer do longa, que estréia em 03 de Outubro, foi divulgado há pouco tempo e pode ser visto aqui:

28 comments

  1. Isabela 8 julho, 2008 at 18:33 Responder

    Esse eu nao pretendo perder. Me lembro ainda hoje do choque que foi esse dia dos namorados, mas lembro tambem que o principal vilao da historia foi a propria policia, que quis fazer justiça com as proprias maos contra o bandido, e que por falhas custou a vida da refem.

  2. Marcel Gois 8 julho, 2008 at 19:20 Responder

    Nossa, gostei muito do trailer, esse eu pretendo assistir, nem sabia desse filme. Na verdade até pouco tempo também nem tinha tanto conhecimento sobre essa tragédia (na epoca eu tinha 12 ano, n lembro de mt coisa). Só atentei para esse fato no ano passado, na faculdade. Uma professora de Sociologia levou o documentário “Ônibus 174” para gente. Muito bom, por sinal.

  3. Cassiano Sairaf 8 julho, 2008 at 19:37 Responder

    Gostei do trailer, acho que deverá ser um bom filme, essas histórias sempre são intrigantes e quanto mais conhecermos nossos podres melhor. Pelo que entendi no seu texto, vc é contra essa filmagem Kamila?

  4. Kau 8 julho, 2008 at 19:47 Responder

    Eu sou suspeito à falar, pois achei ”Ônibus 174″ excelente. Achei o trailer interessante, mas confesso que não foi tão atrativo para mim. Talvez um complexo meio exagerado, mas prefiro falar isso depois de conferí-lo na íntegra.

  5. Kamila 8 julho, 2008 at 20:14 Responder

    Isabela, definitivamente a polícia agiu mal nesse caso. Acho que eles foram afoitos até. Me lembro também de ter ficado grudada na TV assistindo ao desenrolar desse fato.

    Alex, concordo que o trailer mostra que o filme será muito interessante.

    Marcel, já sabia da existência desse projeto e assisti ao trailer ontem, durante a sessão de “Hancock”. Fiquei surpreendida porque não esperava que fosse ser um filme assim. Adoro “Ônibus 174”. Acho um dos melhores filmes brasileiros da safra mais recente.

    Cassiano, eu era contra esse filme. Não achava necessário fazer o retrato fictício dessa história, ainda mais depois de ter assistido “Ônibus 174”, que é um filmaço. No entanto, o trailer me deixou com muita vontade de ver o filme e essa abordagem diferenciada que o Bruno Barreto quer propor.

    Kau, eu também achei “Ônibus 174” um filme excelente. Achei o trailer desse “Última Parada 174” maravilhoso e espero que dê certo.

  6. Vinícius P. 8 julho, 2008 at 21:08 Responder

    Ainda não vi o documentário do José Padilha, mas sem dúvida esse fato foi muito marcante e lembro como se fosse hoje eu acompanhando toda a situação pela TV. – como você disse, literalmente todo mundo parou para ver. Fiquei muito curioso quanto a esse filme após conferir o trailer. Abraço!

  7. Sérgio Déda 9 julho, 2008 at 00:13 Responder

    Nossa… muito ansiovo para este filme..
    Assisti Ônibus 174, do Padilha.. e achei fantástico.. esse trailer me animou mais ainda… gosto parcialmente dos filmes do Bruno Barreto..

    vlws

  8. Rodrigo Fernandes 9 julho, 2008 at 04:02 Responder

    Ônibus 174 é perfeito… e já expolorava também a vida do Sandro… nada de novo irá trazer esse filme, talvez uma dramatização maior… um sentimentalismo maior…enfim…
    A história é ambivalente, do tipo que se vc vê o lado da polícia concorda com a ação para evitar uma tragédia e por ser um crime e quando vê o lado do garoto favelado e sem oportunidades começa a compreende-lo e meio que o ‘perdoa’… dificil ser imparcial…
    honestamente, eu acho o documentário produzido pelo josé padilha perfeito e completo.. desnecessário uma nova adaptação apra a história… mas tomara que esse filme consiga sucesso…
    O problema é quem o dirige.. Acho Bruno barreto mediocre como cineasta!
    beijos, Kamila!!!

  9. Red Dust 9 julho, 2008 at 07:18 Responder

    Uma apresentação muito interessante. Deve ser uma história tremendamente dramática. Infelizmente será, quase de certeza, mais um filme brasileiro que não verá as cores das salas portuguesas…

  10. Hélio 9 julho, 2008 at 13:05 Responder

    Confesso que so verei esse filme se as criticas forem MUITO positivas. O Bruno Barreto é pessimo e o doc de Padilha é super completo, e um dos filmes mais essenciais desta década. Nao acho que esse infeliz acontecimento precise novamente ser dramatizado, e ainda por cima pelas maos de um cara que tira toda complexidade que o cinema pode ter pra fazer “filmes populares” da pior estirpe.

    Abraços!

  11. Kamila 9 julho, 2008 at 13:51 Responder

    Vinícius, se não assistiu ao documentário de Padilha, sugiro que o faça, assim você irá assistir ao filme de Barreto totalmente preparado! Abraço!

    Sérgio, também fiquei animada para assistir a este filme depois de ver o trailer. Tinha certas desconfianças em relação ao projeto.

    Rodrigo, não acho que Barreto seja medíocre como cineasta. Ele tem obras muito boas, dentro do cinema. Também acho que este filme vai partir para um lado mais dramático. Só espero que ele mostre mesmo a história do Sandro como fez o Padilha, sem querer justificar o ato que ele cometeu. Beijos!

    Red Dust, exatamente! Mas, espero que o filme chegue nos cinemas de Portugal.

    Maurício, “Última Parada 174” deve ser, ao lado de “Linha de Passe”, o filme brasileiro mais assistido do ano. Acho, inclusive, que os dois brigarão para ver quem irá representar nosso país na luta pela indicação ao Oscar de Filme Estrangeiro.

    Hélio, eu vou assistir este filme independente das críticas. A minha curiosidade maior em relação ao projeto é saber se o Barreto vai abordar tudo isso de forma diferente da que o Padilha fez. Mas, vamos manter as esperanças em cima do filme, já que ele tem o roteiro do Bráulio Mantovani. Abraços!

  12. Weiner 9 julho, 2008 at 14:57 Responder

    Na verdade, um filme que conte com o roteiro de Braulio Mantovani e direção de Bruno Barreto têm tudo e mais um pouco para dar certo, embora esta temática já tenha dado para mim. Vou conferir, se tiver oportunidade.

  13. Cassiano Sairaf 9 julho, 2008 at 18:36 Responder

    Eu não vi o do Padilha, mas acho que deveria sim ser feita essa “refilmagem”.

    Apesar de achar a familia Barreto meio mercenária e usurpadora de nosso cinema, tb gostei do trailer. E o Bruno tem talento.

  14. Kamila 9 julho, 2008 at 22:43 Responder

    Cassiano, recomendo que assista ao documentário do Padilha. É uma obra fortíssima e que é maravilhosa. Bruno Barreto tem muito talento, sem dúvida.

    Pedro, exatamente! Só não sei se vai ser uma visão romantizada a respeito dele, ou se mostrará a verdade.

  15. Rafael Carvalho 10 julho, 2008 at 02:34 Responder

    Ônibus 174, documentário do José Padilha é uma obra-prima, coisa incrível e cruel de se ver. Quando eu soube que o Bruno Barreto ia dirigir esse filme, eu já fiquei com um pé atrás, mas como o roteiro é do Bráulio Montovani eu já me animo mais. Agora é esperar pra ver.

  16. Wally 11 julho, 2008 at 03:29 Responder

    Ônibus 174 é excepcional! Se o longa chegar aos pés do filme de Padilha ficarei imensamente satisfeito. Mas o diretor é bem menos expressivo, apesar do roteirista excelente. Aguardo o filme, principalmente porque acho a história fascinante e o trailer é bom.

    Ciao!

Deixe uma resposta