O Procurado

Um grupo de tecelões (!!) criou uma ordem chamada Fraternidade, a qual era formada por assassinos que possuem o objetivo de matar pessoas de forma a restaurar o equilíbrio dentro de um mundo caótico. No entanto, no decorrer do filme “O Procurado”, do diretor russo Timur Bekmambetov, o ato mais nobre a ser cometido pelos membros desta ordem foi salvar Wesley Gibson (James McAvoy), um jovem de 25 anos, de uma vida que ele considerava ser tediosa e sem qualquer perspectiva.

 

Com constantes ataques de ansiedade e adotando uma postura impassível diante da traição da namorada e das humilhações constantes da chefe, Wesley se vê livre desta vida ordinária a partir do momento em que descobre um segredo sobre a sua origem. O pai que o abandonou quando ele ainda era recém-nascido, na realidade, era um membro da Fraternidade. Após ele ser assassinado, em circunstâncias misteriosas, a ordem – através de seu líder Sloan (Morgan Freeman) e da justiceira Fox (Angelina Jolie) – o recruta para que ele seja treinado e, conseqüentemente, se torne parte da equipe; para que ele possa, enfim, vingar a morte do pai.

 

É bom prestar atenção na dualidade entre vida sem-graça e vida extraordinária que nos é apresentada pelo roteiro de “O Procurado”, o qual foi baseado na HQ de Mark Millar e J.G. Jones, porque é justamente este o ponto fundamental para se compreender boa parte da história do filme. Wesley, na realidade, é um jovem em busca de sua identidade. No longa de Timur Bekmambetov, o personagem se vê diante daquele momento em que se decide se a vida continua daquele jeito mesmo ou se Wesley vai percorrer um caminho diferente e vai tomar, finalmente, o controle da sua existência.

 

Em seu primeiro filme realizado nos Estados Unidos, o diretor Timur Bekmambetov repete aqui a estética vista em longas como “Guardiões do Dia” e “Guardiões da Noite” e desenha cenas de ação que são inacreditáveis, mas totalmente perfeitas do ponto de vista visual e técnico. No final, “O Procurado” oferece para aqueles que se envolveram no projeto o que eles mais queriam: um filme de ação com história interessante (com o perdão de alguns detalhes totalmente implausíveis), uma execução original e que cumpre o seu papel de entreter o público – que sairá satisfeito após assistir aos 110 minutos da obra.

 

Cotação: 7,5

 

O Procurado (Wanted, 2008 )

Diretor: Timur Bekmambetov

Roteiro: Michael Brandt, Derek Haas e Chris Morgan (com base na HQ de Mark Millar e J.G. Jones)

Elenco: James McAvoy, Morgan Freeman, Angelina Jolie, Terence Stamp, Thomas Kretschmann, Common

30 comments

  1. Alex Sandro Alves 25 agosto, 2008 at 20:07 Responder

    É de longe o melhor filme de ação do ano!
    Angelina Jolie, Morgan Freeman e James McAvoy arrebentam!
    As seqüências de ação são eletrizantes e fará o público delirar!
    E guardem esse nome: Timur Bekmambetov! Cinema de ação é com ele mesmo!

    Um abraço!

  2. Kamila 25 agosto, 2008 at 20:21 Responder

    Alex, ainda acho que “Iron Man” é o melhor filme de ação do ano, mas concordo que “O Procurado” é um ótimo filme! As sequências de ação foram o ponto alto do filme para mim. Abraço!

  3. Vinícius P. 25 agosto, 2008 at 21:02 Responder

    Essa parece ser a superprodução mais comum desse ano, ou seja, sem maiores pretensões, apenas servindo como bom filme de entretenimento. Não estou tão ansioso para ver, mas o diretor é competente e o elenco, atrativo. Enfim, mas um para a lista…

    Abraço!

  4. Cassiano Sairaf 25 agosto, 2008 at 23:21 Responder

    Ta ai um filme que gostaria de ver Kamila, e pelo seu texto ele é tudo mesmo que eu espero, um filme tipo ShootUp.

    Não vi nenhum filme do russo, mas ouvi falar muito bem da trilogia (acho que são 3 Kamila, não tenho certeza).

  5. Otavio Almeida 26 agosto, 2008 at 01:56 Responder

    É tipo MANDANDO BALA, Cassiano. Só que um pouquinho mais sério. Se é que posso dizer isso.

    Kamila, o filme cumpre o que promete. Isso não há como negar. Não acho original, mas é competente, empolga e prende a atenção.

    Bjs!

  6. João Paulo 26 agosto, 2008 at 02:12 Responder

    Milla, é aquilo que eu disse na resenha … um verdadeiro filme pão e circo. Um filme que você prestar atenção bem tem uma cartilha trilhada porém a vantagem de O Procurado é ter as peças certas no momento certo …

    E Morgan Freeman falando Motherfucker com gosto … não tem preço …

  7. Ramon 26 agosto, 2008 at 12:34 Responder

    Pelo trailer eu fiquei completamente desmotivado em ver o filme; cenas forçadas e um argumento implausível (como você bem definiu) não me agradam. Agora, depois de sua resenha tudo mudou. hehe!
    Vou conferir quando chegar às locadoras.

    Abs!

  8. Alex Sandro Alves 26 agosto, 2008 at 13:25 Responder

    Não gostei de ‘Homem de Ferro’ Kamila! Forçado demais em querer ser engraçado a todo custo (por intermérdio do cascateiro Tony Stark), e com cenas de ação muito, mas muito inferiores a ‘O Procurado’.

    Abraço!

  9. Romeika 26 agosto, 2008 at 19:40 Responder

    Sabe q eu estou com vontade de ver esse filme, Kamila? Parecia desinteressante a primeira vista, mas estao falando tao bem dele, que bateu uma curiosidade, nem que seja pela diversao. E eu gosto da Jolie e do McAvoy.

  10. Kamila 26 agosto, 2008 at 22:20 Responder

    Marcus, “Arquivo X” só estreou agora por aí??? Nossa! Espero que goste dos dois filmes. Beijos!

    Cassiano, não sei se é uma trilogia, porque só ouvi falar mesmo dos dois filmes que citei no texto.

    Otavio, a maneira de dirigir do russo é bem original, na minha opinião. Ele deu um novo gás aos filmes de ação norte-americanos. Beijos!

    João, você resume perfeitamente o filme quando diz que ele reúne as peças certas nos momentos corretos.

    Ramon, não acho que o argumento de “O Procurado” seja implausível! Ao contrário de outro detalhe do filme, que não vou revelar aqui, mas que é um verdadeiro absurdo. Abraços!

    Alex, “O Procurado” só supere “Homem de Ferro” na qualidade das cenas de ação. Não há dúvida disso. Abraços!

    Hypado, nem das minhas. Mas, devido às estréias da semana aqui em minha cidade, tive que conferir “O Procurado”.

    Pedro, exatamente! Eu fui assistir ao filme sem expectativas e gostei bastante. Abraço!

    Carranca, você gostou do filme???? Milagre!!! 🙂

    Romeika, eu também gosto dos dois. O McAvoy está ótimo em “O Procurado”. É o ator perfeito pro personagem que interpreta.

  11. claesen 26 agosto, 2008 at 23:40 Responder

    Nossa, 7,5?

    Eu acabei de vê-lo e confesso que, apesar das cenas de ação serem mto boas, não consegui me entreter com um roteiro tão absurdo. Será que sou eu que não me entusiasmo mais com esse tipo de filme e ele é realmente mto bom? Não sei o que pensar.

    Enfim.
    Fiz uma crítica de Ensaio Sobre a Cegueira que foi apresentado ontem para a imprensa. Eu estive lá. E ainda fiquei a um metro da Julianne Moore o tempo todo. Tõ em estado de graça até agora rs.
    Dá um olhada.

    Bjo.

  12. Kamila 27 agosto, 2008 at 00:15 Responder

    Claesen, o roteiro é implausível mesmo, mas acho que filmes de ação são assim mesmo. Pelo menos, “O Procurado” cumpre aquilo que promete. Beijos!

    Vou ler seu artigo sobre “Ensaio Sobre a Cegueira”.

  13. Kau 27 agosto, 2008 at 01:00 Responder

    Kami, O Procurado tem um roteiro fácil, normal. O que me irrita é James McAvoy, o qual acho fraquíssimo. Sem sombra de dúvida os pontos altos do filme são as cenas de ação e os belos efeitos visuais. Bjos!

  14. Kamila 27 agosto, 2008 at 22:29 Responder

    Fabiana, não tenho nada contra Jolie, mas entendo porque muita gente não gosta dela.

    Alyson, eu concordo que as cenas de ação fazem o filme valer a pena. Beijos!

Deixe uma resposta