Lendo – “Lua Nova”*

publicado em:18/06/09 11:29 PM por: Kamila Azevedo Livros

* Atenção aos spoilers.

“Eu parecia uma lua perdida – meu planeta destruído em algum cenário deslocado de cinema-catástrofe – que continuava, apesar de tudo, a rodar numa órbita muito estreita pelo espaço vazio que ficou, ignorando as leis da gravidade”. (p. 167)

As pessoas que assistiram e leram “Crepúsculo” vão estranhar bastante a temática por trás de “Lua Nova”, segundo livro da série escrita por Stephenie Meyer. Ao contrário daquele, que se apoiava estritamente no tipo de relacionamento que foi construído tendo como base o amor romântico e improvável que nasceu entre Isabella Swan (uma pobre jovem mortal) e Edward Cullen (um vampiro imortal), este acompanha a heroína em um momento em que ela não é mais dona de sua história, em que o destino em que ela acreditava e o futuro que ela vislumbrava para si mesma passou a ser algo impossível de se concretizar. 

A questão principal é que “Lua Nova” aborda a vida de Isabella após ela perder aquilo que se transformou no eixo da sua vida. Sem Edward ao seu lado, por razões que podemos compreender por completo (afinal, eles são diferentes e suas vidas – apesar do sentimento que os une – nunca seguirá o mesmo curso), Bella fica completamente transtornada e se transforma num verdadeiro zumbi. Para evitar causar ainda mais sofrimento no seu pai, que não consegue assistir ao que acontece com a filha sem ficar calado ou revoltado com os Cullen (que sumiram sem deixar rastros), Bella decide embarcar em uma amizade com Jacob Black, filho de um dos melhores amigos do Xerife Swan. 

É esta amizade que, aos poucos, vai trazendo Bella de volta aos eixos. Porém, como o ser humano é totalmente imprevisível e a história de amor do casalzinho da série precisa de mais alguns obstáculos, Jacob irá se apaixonar pela heroína – aqui é importante mencionar que o novo amigo de Bella nunca terá chances concretas com ela, uma vez que o sentimento dela por Edward é algo tão enraizado nela que nunca é enfraquecido, mesmo com toda a dor que ela sente pela maneira como as coisas terminaram entre eles. E, como não poderia deixar de ser, esta é uma amizade também complicada, uma vez que Jacob é lobisomem e esta espécie é inimiga mortal de, adivinhem só, os vampiros, é claro. 

Portanto, “Lua Nova” é um atestado do que vimos em “Crepúsculo”: Bella Swan não é uma jovem qualquer, ela é alguém que só se envolve com as pessoas mais complicadas, nas situações mais loucas. A escrita de Stephenie Meyer, neste segundo livro, é mais tensa, porém fica aquela sensação de que esta é uma fase que Bella precisa passar. Que este é um momento de amadurecimento, de fortalecimento e de certeza diante das escolhas e dos caminhos que a jovem, agora sim, sabe que vai tomar e seguir. O que ela quer, portanto, não é mais fruto de um sentimento impulsivo e apaixonado (no mal sentido – se é que isso existe – que esta palavra possui). O que ela deseja é resultado de algo que passou a ser natural para ela e que não causa mais estranhamento. Ao final de “Lua Nova”, nós e Bella temos várias certezas: a de que o amor dela e de Edward é capaz de superar tudo e de permanecer mesmo diante do pior, a de que o medo será algo constante em sua vida e a de que acontecimentos mais fortes – e mais sérios – ainda estão por vir. 

Lua Nova (2008)
Autora: Stephenie Meyer
Editora: Intrínseca



Kamila Azevedo

Jornalista e Publicitária



Comentários


Olá Kamyla

Gostei muito do filme Crepúsculo, assim resolvi comprar os três primeiros livros da série, estou ansioso para começar a ler. Nossa vai ser interessante vermos um outro lado da Bella, mas o importante é que ela e o Edward fiquem juntos no final.

abraços e até mais.

Responder

eu me apaixonei por Edward cullen eu daria minha vida para que eles existice de verdade

Responder

Altieres, eu também comprei os três primeiros livros da série porque gostei do filme. E acho que este será o destino de Bella e Edward, no final. Abraços!

Gabi, o Edward é apaixonante mesmo.

Responder

sinceramente mesmo ele é um gato , ele é so meu , não divido com ninguem 😛
as vezes ele é meiio ignorante mais as vezes ele é romantiico ^^

Responder

Posso ser sincero? Achei CREPÚSCULO uma grande bobagem, e me irrita profundamente esse culto adolescente em torno dessa saga (tanto a literária quanto a cinematográfica). No entanto, é bem provável que na época de seu lançamento, dependendo do que estiver em cartaz, encare uma seção do LUA NOVA, ao menos para poder falar algo sobre ele.

Responder

Wallace, eu confesso que, às vezes, não consigo entender o culto em torno da saga. Mas, depois, pensando bem, começo a compreender as razões por causa disso e todas elas se encontram na escrita da Stephenie Meyer. Ela soube criar algo especial. É simples assim.

Responder

Um lobisomem no meio? Affffffff… Mas Kamila, eh facil entender o amor enraizado da Bella (do filme, visto q os livros nao li) pelo vampiro Edward. Aquele Robert Pattinson eh um pedaco de mal caminho rsrsrsrsrs..

Responder

Eu amei e ainda amo Crepúsculo, é perfeita a história desse amor entre a caça e o caçador. Já li todos os livros, sei como a saga termina, é fantástica.
Lua Nova é um livro diferente do primeiro, é bem mais triste, e eu chorei em quase todo o livro, mas mostra outro lado da história, um Edward mais sombrio, transmorfos (lobisomens), e mostra que o amor entre eles é bem mais forte que uma separação e o desejo de sangue de Edward.

Responder

Mandy, somos várias cinéfilas com blogs… 🙂

Romeika, exatamente. Quem culpa a Bella ou a Kristen Stewart, por tabela?? rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

Priscila, eu estou começando a ler “Eclipse”. Eu não cheguei a chorar no livro, mas concordo com os pontos que você ressaltou em relação à “Lua Nova”.

Responder

Apesar de ter achado Crepúsculo (o filme) ruinzinho, fiquei curioso com a história, deu até vontade de ler a saga. Até pq todo mundo que eu conheço que leu acabou gostando. Abraço!

Responder

O Primeiro filme foi bom (nota 8,5) espero que o segundo seja melhor. O diretor é bom.

Responder

Bruno, eu li dois livros da série e adorei os dois. Abraço!

Luís Fernando, eu também espero que o segundo filme seja bom.

Responder

Você sabe que eu ganhei Crepúsculo de Natal e ainda não li?Pior que eu faço questão de sóver o filme depois que ler o livro…..aí, já viu né….não vou ver Lua Nova tão cedo…..rsrs

Responder

Estou super interessado em relação ao que acontecerá nessa continuação, até porque não tive oportunidade de conferir o livro. Esse pôster já indica alguma coisa?

Responder

Vinícius, sim. A divisão de Bella entre Edward e Jacob. E o quanto isso a machuca.

Responder

Ka, pra não dizer que eu tenho implicância com a série Crepúsculo por causa do filme (que eu achei fraquíssimo), sentei numa livraria e dei uma chance ao livro, o primeiro. Li umas trinta páginas enquanto esperava o horário do cinema e não dá, não gostei de nada. Que menina chata, essa Bella. Ficou o tempo inteiro reclamando, falando que não se dava com o pai dela, contrariada com a cidade onde ela ia morar, com a camionete que o pai tinha comprado pra ela, com a escola nova, com os colegas de classe… Pode até ser que dessa parte em diante ela mude o disco, mas o comecinho já me desligou rsrsrs…

Beijo!

Responder

Louis, vou discordar de você. A Bella não tem nada de chata. Ela é uma adolescente normal e que tem seus problemas e receios. Dá para compreender a vontade dela de não querer estar em Forks, ou ao lado do pai com quem ela não tem intimidade. Beijo!

Responder

Eu temia que Jacob estragaria a essência mostrada no primeiro filme, mas pelo que você escreveu, isso não ocorre. Estou curioso para conferir o filme.

Ciao!

Responder

Tenho que começar a ler Lua Nova também, daqui a pouco o filme está chegando…

Abs!!!

Responder

Wally, não ocorre e o personagem Jacob acaba causando simpatia na gente.

Pedro, exatamente. Por isso que eu li a obra logo. Abraços!

Responder

Olá, Kamila! Tudo bem?

Gostei bastante do trecho que postou, me deu mais vontade de comprar os livros. Espero aproveitar as férias para fazer isso. 😉

Beijos!

Responder

Mayara, tudo bem, obrigada. E com você? Se ler, espero que goste da série. Beijos!

Responder

não tem como não se apaixonar, ele é perfeito *-*
Eu gostei muito do filme e to demais de ansiosa para assistir os outros ;o

Responder

eu jah vir o filme crepusculo mais eu tou loca pra ver lua nova e eu jahhh li quase todos os livros do crepusculo eu quando lancar o lua nova eu vou no primeiro dia assistir o filme ki maximo:-).

Responder

Letícia, eu também quero assistir aos próximos filmes da série.

Laryssa, eu também pretendo assistir no primeiro final de semana ao filme “Lua Nova”.

Responder

alguém sabe onde posso ler o livro lua nova todo?

Responder

Rayssa, é só comprar o livro na Livraria. Não sei dizer se ele está disponível para download na internet, no entanto!

Responder

eu tenho 10 anos e miinha mae comprou os 4 livros da coleçao pq eu queria muito ler , e agora estou lendo *-*
ameei , muito dez , mais tem um pouquinho de palavras dificeis , UHAUHAUHA! :/

Responder

Marília, faz como eu fazia antigamente. Lê com um dicionário ao lado. Isso ajuda! 🙂

Responder

uruuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu so de mais eu asisti o filme LUA NOVA se cortem evejosas moram de inveja o filme eu amei o filme e lindo e no filme e triste e no meio e tipo um romansi e no fimsinho é romantico tambem ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
pra quem nao assistio e um retardado e um idiota o filme muito legal e nao vejo a hora de eu ver o eclipse nao vejo a hora
beijokasss para todos que deixaraoo recadossssss tchauu……..

Responder

Deixe uma resposta