Os Gatões: Uma Nova Balada

O sucesso de público e crítica do filme “As Panteras” deu início a um novo filão comercial da indústria cinematográfica hollywoodiana: aquele de filmes baseados em séries de televisão. Desde então, os cinéfilos de todo o mundo foram bombardeados com adaptações de shows como “Josie e as Gatinhas”, “Starsky & Hutch”, “Mod Squad – O Filme”, “SWAT – Comando Especial”, entre outras. O último filme da safra é “Os Gatões – Uma Nova Balada”, que é dirigido pelo desconhecido Jay Chandrasekhar.

“Os Gatões – Uma Nova Balada” é baseado na série homônima dos anos 80 e segue a história dos primos Luke (Johnny Knoxville, de “Jackass”), Bo (Seann William Scott, da série juvenil “American Pie”) e Daisy Duke (a cantora Jessica Simpson, fazendo a sua estréia como atriz). Os dois rapazes levam a vida entregando a bebida ilegal produzida pelo tio Jesse (o cantor country Willie Nelson) e se envolvendo em confusões no condado de Hazzard em geral, mas, especialmente, no bar em que Daisy trabalha.

A trama do filme enfoca justamente as características particulares dos três primos. Quando a fazenda da família Duke é interditada injustamente pelo mau-caráter interpretado por Burt Reynolds, Bo e Luke descobrem os planos dele de transformar Hazzard em um minério de carvão. Enquanto tentam salvar a cidade da extinção, Luke e Bo (dois espíritos irresponsáveis) irão se meter nas mais variadas confusões e sempre serão salvos por Daisy – ou melhor, pelos atributos físicos da prima. Entre as confusões e a beleza de Daisy, o diretor Jay Chandrasekhar imprime um ritmo forte em “Os Gatões – Uma Nova Balada”; e são nas cenas de ação que podemos ver o que o filme tem de melhor.

No mais, “Os Gatões – Uma Nova Balada” repete os erros dos outros filmes baseados em seriados de TV e peca por ter uma história desinteressante e um elenco principal sem muito talento. Nada disso pode ser uma surpresa para a platéia, que já está familiarizada com a mania de Hollywood de utilizar uma fórmula excessivamente até esgotá-la. E eles não aprenderam a lição, já que, em 2006, por exemplo, Hollywood estreou a adaptação de “Miami Vice”, com Michael Mann na direção e Colin Farrell e Jamie Foxx nos papéis principais.

Deixe uma resposta