Frances Ha

“Frances Ha”, filme dirigido e co-escrito por Noah Baumbach, tem como personagem principal a jovem que dá nome ao longa. Ela é uma representante perfeita da geração atual que se encontra na faixa dos 20 a 30 anos e que, por não saberem ainda o caminho que desejam seguir na vida (profissional), se dedicam às muitas tentativas na busca de algo que termine por se firmar - mesmo que isso signifique a infelicidade em um dos campos de sua vida.

Antes de chegarmos à essa conclusão, é importante mencionar que, na forma como é apresentada por Noah Baumbach, Frances Ha é uma Amélie Poulain que vive em Nova York, uma Poppy (de “Simplesmente Feliz") na cidade mais cosmopolita do mundo; ou seja, ela é alguém que enxerga a vida de um modo muito próprio e que exala uma leveza e um otimismo que, vistos por olhos menos adocicados, pode se revelar um jeito de ser muito irritante.

Ao longo dos 86 minutos de filme, Noah Baumbach nos mostra a trajetória errante de Frances como uma aprendiz de uma companhia de dança, que torce pelo dia em que será efetivada como profissional, pois isso significa que ela irá deixar a sua vida simples, com pouco dinheiro - o que faz com que ela não consiga ter um apartamento próprio ou realizar desejos mínimos, como viajar para Paris quando bem entender. Acompanhamos a sua rotina de sacrifício em meio aos relacionamentos que ela estabelece com os amigos (notadamente com a sua melhor amiga, Sophie - interpretada por Mickey Summer), os seus pais, meros conhecidos, a chefe da companhia de dança, dentre outros personagens. Todos eles estão ali para ilustrar as grandes questões por trás da vida moderna dos jovens: a busca pelo amor, pela estabilidade profissional e por uma qualidade de vida decente.

Frances Ha é uma personagem deveras verborrágica. Por boa parte da duração do filme, só ela que fala. Você poderá ou não concordar com a forma como ela leva a vida, com as decisões que ela toma, mas tudo o que assistimos só reforça o fato de que “Frances Ha” retrata uma jornada muito particular desta personagem. Este é um filme sobre amadurecimento e transformações, com uma história vista como se fosse uma fábula, com um final completamente aberto, pois assim é Frances Ha: uma mulher imprevisível. Por isso mesmo, o grande destaque do filme é a atuação de Greta Gerwig - indicada ao Globo de Ouro 2014 de Melhor Atriz num Filme de Comédia/Musical - como a personagem título.

Deixe uma resposta