De Olho no Oscar 2015: O Apresentador

Captura de tela 2014-10-09 21.08.48Após apresentar 4 vezes o Tony Awards e 2 vezes o Primetime Emmy Awards, chegou a vez do ator Neil Patrick Harris estrear na noite mais importante do cinema. O nome dele foi anunciado hoje pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (AMPAS) como o apresentador do 87th Annual Academy Awards, que acontecerá em 22 de fevereiro de 2015.

Conhecido pelo papel no seriado "How I Met Your Mother", a escolha de Harris foi muito acertada por parte da Academia. Dono de um ótimo senso de humor, Neil também é um verdadeiro showman: canta, dança e representa. Isso é, sem dúvida, um indício de que a próxima edição do Oscar tentará pegar o espectador pelo lado do entretenimento.

"Nós o conhecemos desde sempre, e temos assistido a sua explosão como um grande performer em filmes, na televisão e nos palcos. Trabalhar com ele no Oscar é uma oportunidade única, com todos os seus talentos e recursos sendo mostrados num palco global", disseram os produtores da premiação, Craig Moran e Neil Zadan, sobre Neil Patrick Harris.

"Nós compartilhamos da alegria de Craig e Neil em dar as boas-vindas ao incrivelmente talentoso Neil Patrick Harris. Ele é o showman nato. Seu charme único faz dele o apresentador ideal para fazer jus ao legado do Oscar e assegurar que todos nós tenhamos outra celebração inesquecível", reforçou a presidente da AMPAS, Cheryl Boone Isaacs, sobre a escolha da Academia.

Em resposta, Neil Patrick Harris comentou que, para ele, é uma honra e uma emoção apresentar o Oscar 2015. "Eu cresci assistindo ao Oscar e sempre admirei alguns dos grandes nomes que apresentaram o show. Seguir os passos de Johnny Carson, Billy Crystal, Ellen DeGeneres, e todo mundo que teve a honra de apresentar esse prêmio é um sonho tornado realidade".

8 comments

    • Kamila Azevedo 20 outubro, 2014 at 00:47 Responder

      Reinaldo, também gostei dessa escolha! Acho que o programa de TV Oscar ganhará com a presença do Neil.

      Otavio, também gostei muito dessa escolha.

      Brenno, concordo. Acho difícil, no entanto, a diminuição na formalidade da cerimônia. O Oscar é muito tradicional!

Deixe uma resposta