Cena da Semana: "Mãos Talentosas - A História de Ben Carson"

(Mãos Talentosas: A História de Ben Carson [2009] trailer - diretor: Thomas Carter )

Se tem uma coisa que podemos tirar de "Mãos Talentosas: A História de Ben Carson", filme dirigido por Thomas Carter, é que, se Ben Carson (Cuba Gooding Jr.), conseguiu vencer a pobreza e o mau desempenho escolar e se transformar no diretor do Centro de Neurologia Pediátrica do prestigiado Hospital Universitário Johns Hopkins, nos Estados Unidos; com certeza, ele deve isso à determinação de sua mãe (Kimberly Elise), que não sabia ler e trabalhava como empregada doméstica, e incutiu nos seus filhos, mesmo que à força, a vontade de querer ser alguém mais na vida.

E, para ser alguém mais na vida, além dos valores e da educação que recebemos dos nossos pais, o elemento mais importante é o estudo, é a vontade de aprender. Isso exige sacrifício e força de vontade. Qualidades que Ben Carson tinha também, de sobra.

O telefilme escrito por John Pielmeier tem como foco essa história de vida inspiradora e vitoriosa. Uma história humana que nos revela que todos nós somos capazes de conseguir aquilo que desejamos. Basta que sigamos o exemplo de Ben Carson.

5 comments

  1. Paulo Ricardo 1 dezembro, 2014 at 01:10 Responder

    Kamila,não tem cena mais forte pra mim essa semana do que a morte do ícone Roberto Bolaños.Por mais que estejamos de passagem pela terra e a morte é natural,fica um vazio no coração de todos que cresceram assistindo “Chaves” e “Chapolin”.Tem uma foto que me deixou muito triste,postada pela cantora Paula Fernandes.Roberto Bolaños era um autêntico “Charles Chaplin” da América Latina.Muito triste com a sua morte.

    http://ego.globo.com/famosos/noticia/2014/11/famosos-lamentam-morte-de-roberto-bolanos-o-chaves.html

    • Kamila Azevedo 2 dezembro, 2014 at 01:01 Responder

      Paulo, sim, a morte do Roberto Bolaños foi um dos acontecimentos marcantes dessa semana, ainda mais para pessoas da nossa geração, que cresceram assistindo e ainda assistem até hoje “Chaves”. Obrigada pelos links. Tentarei ler.

Deixe uma resposta