Os Vencedores do Globo de Ouro 2015

CapturarTerceiro ano consecutivo em que a dupla Amy Poehler e Tina Fey apresentam o Golden Globes Awards e minha primeira vez assistindo ao trabalho delas. Acho que elas acertaram muito no monólogo inicial, mas erraram MUITO, por outro lado, ao insistir na piada da militar norte-coreana interpretada por Margaret Cho. A entrada dela não foi engraçada da primeira vez e continuou não sendo nas outras.

Em relação às categorias de cinema, nenhuma surpresa de cair o queixo. Tudo indicava que a premiação iria seguir o rumo esperado, com a monopolização nas categorias principais entre os filmes "Boyhood" e "Birdman". Entretanto, a vitória surpreendente de "The Grande Budapest Hotel" em Melhor Filme - Comédia ou Musical estragou tudo e mostrou que, na corrida rumo ao Oscar 2015, a vantagem está com o longa de Richard Linklater.

Best Motion Picture - Drama:
"Boyhood"
Best Motion Picture - Comedy or Musical:
"The Grand Budapest Hotel"
Best Actor in a Motion Picture - Comedy or Musical:
Michael Keaton, "Birdman"
Best Actor in a Motion Picture - Drama: Eddie Redmayne, "The Theory of Everything"
Best Actress in a Motion Picture - Drama:
Julianne Moore, "Still Alice"
Best Actress in a Motion Picture - Comedy or Musical:
Amy Adams, "Big Eyes"
Best Supporting Actor in a Motion Picture:
J.K. Simmons, "Whiplash"
Best Supporting Actress in a Motion Picture: Patricia Arquette, "Boyhood"
Best Director - Motion Picture: Richard Linklater, "Boyhood"
Best Screenplay - Motion Picture: Alejandro González-Iñarritu, Armando Bo, Alexandre Dinelaris e Nicolás Giabone; "Birdman"
Best Animated Feature Film: "How to Train Your Dragon 2"
Best Foreign Language Film: "Leviathan" (Russia)
Best Original Score - Motion Picture: Jóhan Jóhansson, "The Theory of Everything"
Best Original Song - Motion Picture: "Glory", Selma - Common and John Legend
Cecil B. de Mille Award: George Clooney

Nas categorias de televisão, a Hollywood Foreign Press Association (HFPA) decidiu continuar uma antiga tradição deles: a de premiar novos atores e novos shows, como uma forma de aposta, de sair na frente, se comparado a shows mais tradicionais como o Primetime Emmy Awards. Além disso, o triunfo de "Transparent" celebra a nova maneira de se fazer TV nos Estados Unidos, por meio da utilização de plataformas como o Netflix e o Amazon.

Best Mini-Series or TV Movie: "Fargo"
Best TV Series - Comedy or Musical: "Transparent"
Best TV Series - Drama: "The Affair"
Best Actor in a Mini-Series or a TV Movie: Billy Bob Thornton, "Fargo"
Best Actor in a TV Series - Musical or Comedy: Jeffrey Tambor, "Transparent"
Best Actor in a TV Series - Drama: Kevin Spacey, "House of Cards"
Best Actress in a Mini-Series or a TV Movie: Maggie Gyllenhaal, "The Honorable Woman"
Best Actress in a TV Series - Musical or Comedy: Gina Rodriguez, "Jane the Virgin"
Best Actress in a TV Series - Drama: Ruth Wilson, "The Affair"
Best Supporting Actress in a Mini-Series, TV Movies or TV Series:
Joanne Froggatt, "Downton Abbey"
Best Supporting Actor in a Mini-Series, TV Movie or TV Series: Matt Bomer, "The Normal Heart"

5 comments

  1. Amanda Aouad 12 janeiro, 2015 at 20:18 Responder

    Não pude acompanhar o Globo de Ouro ontem, mas não vimos mesmo muitas surpresas pelos premiados. Mesmo O Grande Hotel Budapeste não me surpreende, ainda que Birdman estivesse mais cotado. Vamos ver dia 15 os indicados ao Oscar, para ver se seguem a lógica…

    • Kamila Azevedo 13 janeiro, 2015 at 01:22 Responder

      Amanda, pela maneira como a corrida ao Oscar está se desenhando, acredito que os indicados devem seguir a lógica do que já estamos conferindo.

  2. Paulo Ricardo 13 janeiro, 2015 at 13:42 Responder

    “O Grande Hotel Budapeste” vem crescendo muito.Quando assisti esse filme,não imaginei que ele chegaria tão longe nas premiações.Pensei que seria lembrado na categoria roteiro adaptado(baseado no escritor austriaco Stefan Sweig),direção de arte e talvez figurino.Bem…as premiações mostram a força desse filme que foi nomeado a 4 Golden Globe,11 BAFTA,ganhou prêmio dos criticos de Nova York e nomeado ao SAG de melhor elenco.”Boyhood” levou os principais prêmios da noite de Melhor Filme Drama e Diretor,Patricia Arquette surge como uma das favoritas ao Oscar(o SAG vai confirmar o tamanho desse favoritismo).Gostei de muitas coisas na cerimônia,o choro de Michael Keaton ao falar do filho,Kristen Wiig tentando imitar Robert De Niro,achei o discurso de George Clooney um porre(ele nem devia ter ganhado o prêmio.Esta muito novo pra isso) e gostei das palavras de Gina Rodriguez(a irmã dela chorava copiosamente,muito bonito mesmo).Enfim a cerimônia me agradou e que venha o SAG.

    • Kamila Azevedo 14 janeiro, 2015 at 02:11 Responder

      Haroldo, pois é!

      Paulo, ainda não assisti “O Grande Hotel Budapeste” e tenho me surpreendido positivamente com o desempenho e o crescimento deste filme na atual temporada de premiações. Gostei, no geral, da cerimônia e acho que o grande momento da noite foi o discurso de Michael Keaton. Um discurso digno de Oscar. E, particularmente, apesar de achar que o prêmio para ele é um tanto precipitado, eu achei o discurso do George Clooney muito bonitinho! A vitória da Gina Rodriguez me lembrou a vitória da America Ferrera, por “Ugly Betty” no mesmo Globo de Ouro.

Deixe uma resposta