Cena da Semana: "Será Que?"

("Será Que?" [2013] - diretor: Michael Dowse)

Um dos grandes mitos da humanidade é a certeza da impossibilidade da existência de uma amizade verdadeira entre um homem e uma mulher. A comédia romântica "Será Que?", dirigida por Michael Dowse, explora essa temática. Wallace (Daniel Radcliffe) conhece Chantry (Zoe Kazan) numa festa e a conexão entre eles é instantânea. Só que tem um grande problema entre eles: Chantry tem um namorado (Rafe Spall) que ela ama muito.

Boa parte do filme faz o retrato de Wallace se conformando com a posição de amigo de Chantry, respeitando o relacionamento que ela possui com Ben, mas secretamente desejando o dia em que Chantry chegue à conclusão de que ela ama mesmo é ele de verdade.

"Será Que?" é muito bom na maneira como constroi o relacionamento entre Wallace e Chantry, na medida em que nos relembra de algo que também, de uma certa maneira, é uma grande certeza da humanidade: o amor é complicado e, se você quer realmente vivenciá-lo (ou, até mesmo, na pior das hipóteses, seguir em frente em busca de novas oportunidades), você tem que ter a coragem para lutar por esse sentimento.

4 comments

    • Kamila Azevedo 28 maio, 2015 at 23:52 Responder

      Amanda, acho que uma boa maneira para resumir este filme é dizendo que a história dele realmente cativa a gente.

  1. Paulo Ricardo 31 maio, 2015 at 22:48 Responder

    Kamila,eu assisti esse filme e gostei muito.É admiravel o esforço de Daniel Radcliffe para desvincular sua imagem de Harry Potter e se tornar um ator.Essa fase pós bruxinho,gostei de “A Mulher de Preto”,”Versos de Um Crime”(complementa “On The Road” de Walter Salles e pra quem como eu gosta do movimento beatnik).Espero que como Sean Connery(que sofreu para se desvincular da imagem de James Bond),Radcliffe prove que é um ator e não o “menino Harry Potter”(no qual ele tem muitos motivos para se orgulhar pela legião de fãs)

    • Kamila Azevedo 31 maio, 2015 at 23:04 Responder

      Paulo, acho que o Daniel Radcliffe está vivendo o mesmo momento de transição que, digamos, Robert Pattinson, após eles interpretarem papeis icônicos em uma bem-sucedida série cinematográfica. “Será Que?” é uma obra mais adulta, que mostra que ele cresceu e que encara filmes com desafios da vida adulta.

Deixe uma resposta