Mesmo se Nada Der Certo

publicado em:15/07/15 12:39 AM por: Kamila Azevedo Filmes

“Mesmo se Nada Der Certo”, filme dirigido e escrito por John Carney, começa com uma cena em que a compositora e cantora em aspiração Gretta (Keira Knightley) está num bar em Nova York, quando seu amigo, o também cantor em aspiração Steve (James Corden), a convida a tomar o palco durante uma de suas apresentações. Nesse momento, Gretta canta a última canção que ela compôs, “A Step You Can’t Take Back”, uma música que fala sobre um daqueles momentos definidores da vida de qualquer pessoa, em que a decisão que ela tomar naquele determinado momento pode ser importante para o destino que ela terá.

De uma certa maneira, Gretta canta para si mesma, para reafirmar a decisão que ela acaba de tomar de voltar para casa, em Londres. Ao mesmo tempo, mesmo que ela não saiba, o que Gretta canta tem ressonância também para o produtor Dan (Mark Ruffalo), que estava vindo de um dia péssimo. Falar sobre a maneira como a música tem o poder de se conectar com a gente, nos emocionando de uma forma que não existe explicação, é um dos pontos principais de “Mesmo se Nada Der Certo”.

Entretanto, o filme dirigido e escrito por John Carney, assim como a sua obra anterior, “Apenas uma Vez”, fala sobre um encontro de vida que era necessário acontecer. Se Gretta precisava compor aquela canção para seguir em frente com sua vida, se Dan precisava ouvir essa música para poder também seguir seu caminho; no momento em que se conhecem e se permitem enxergar um ao outro com todas as suas forças e fragilidades, ambos poderão vivenciar experiências que, de certa forma, vão ajudá-los nesse propósito.

“Mesmo se Nada Der Certo” usa as canções escritas por Gregg Alexander e interpretadas por Keira Knightley e Adam Levine (que faz o namorado que larga Gretta após encontrar a fama) para retratar justamente as mudanças pelas quais todas essas personagens irão passar no decorrer do filme, com todo o frescor e a beleza do enfrentamento daquilo que nós consideramos como o novo. Repetindo, assim, a fórmula bem-sucedida do filme anterior de John Carney, com uma pequena – e grande – diferença: a produção dessa obra foi muito mais caprichada que a de “Apenas uma Vez”.

Mesmo se Nada Der Certo (Begin Again, 2014)
Direção: John Carney
Roteiro: John Carney
Elenco: James Corden, Keira Knightley, Mark Ruffalo, Adam Levine, Catherine Keener, Hailee Steinfeld



Post Tags

Kamila Azevedo

Jornalista e Publicitária



Comentários



Deixe uma resposta para Kamila Azevedo Cancelar resposta