Jogos Vorazes: A Esperança - O Final

Nota6.5
6.5
Reader Rating: (0 Rates)0

Quando se voluntariou para ir no lugar da irmã Primrose Everdeen (Willow Shields), no primeiro filme desta série, Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence), não tinha consciência disso ainda, mas, além de colocar em risco a sua própria vida, ao participar dos Jogos Vorazes, ela estaria entrando numa espécie de prisão interna, seja dos seus próprios sentimentos, dos seus medos, mas, principalmente, de todas as consequências que ela enfrentou pelas ações sangrentas que foi obrigada a tomar.

Consciente disso e, mais ainda, da manipulação que era sofrida pelos cidadãos de Panem, a grande batalha de Katniss durante todos os filmes desta franquia, foi, não só pela libertação do seu povo; porém, muito mais ainda, pela sua própria liberdade, pela possibilidade de ela mesma viver uma vida o mais próximo possível do normal, sem todo o peso que ela carregava por ser uma das sobreviventes dos Jogos Vorazes, como também o símbolo da resistência contra o Presidente Snow (Donald Sutherland).

É esse o conflito interno que marca a personagem durante boa parte de Jogos Vorazes: A Esperança – O Final, filme dirigido por Francis Lawrence, e que, como o próprio título deixa subentendido, encerra a série de longas baseados nos livros escritos por Suzanne Collins. Durante esta obra, Katniss vai, acompanhada de um grupo que inclui Gale (Liam Hemsworth), Finnick (Sam Claflin) e Peeta (Josh Hutcherson), em uma missão que tem por objetivo final o assassinato do Presidente Snow.

Em uma nova arena, lidando com obstáculos bem complicados, Katniss passa por uma peregrinação bem pessoal, cujas dificuldades só reforçam dentro dela mesma as suas decisões sobre o que ela acredita ser fundamental para a liberdade que ela tanta almeja. Ou seja, a jornada de Jogos Vorazes é toda de Katniss Everdeen e tudo que vem no pano de fundo disso (o triângulo amoroso entre ela, Peeta e Gale; a ascensão de Alma Coin, a constante decadência do Presidente Snow), nada mais é do que o verdadeiro Jogos Vorazes que a personagem enfrenta.

Seguindo a tendência recente, iniciada pela saga Crepúsculo, Jogos Vorazes: A Esperança – O Final teve o último livro no qual se baseia dividido em duas partes cinematográficas. A decisão, no caso da obra de Suzanne Collins, revelou-se equivocada, uma vez que este filme se revela um tanto anticlimático. Por exemplo, a sua parte mais importante, do ponto de vista emocional (que acontece em meio à evacuação da capital de Panem), se perde em meio a tantos outros acontecimentos, o que faz com que um longa que toca em pontos muito interessantes, como a manipulação de ideias, se perca por completo. Uma pena!

Jogos Vorazes: A Esperança – O Final (The Hunger Games: Mockingjay – Part 2, 2015)
Direção: Francis Lawrence
Roteiro: Peter Craig e Danny Strong (com base na adaptação e no livro escritos por Suzanne Collins)
Elenco: Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson, Liam Hemsworth, Woody Harrelson, Donald Sutherland, Philip Seymour Hoffman, Julianne Moore, Willow Shields, Sam Claflin, Elizabeth Banks, Jena Malone, Jeffrey Wright, Stanley Tucci

Deixe uma resposta