Passageiros

publicado em:27/01/17 10:48 AM por: Kamila Azevedo Cinema

A vida em outros planetas, para alguns de nós, além de ser um mistério, é um grande fetiche. Passageiros, filme dirigido por Morten Tyldum, trabalha justamente com esse conceito. Uma empresa especializada no ramo do “turismo interespacial” oferece pacotes para seres humanos que desejam ter a experiência de uma vida em um planeta colônia. Para isto, não basta apenas pagar o pacote “turístico”, e sim, topar também ficar hibernando numa câmara de sono e enfrentar uma viagem de anos até chegar ao novo planeta, onde você terá que reiniciar a sua vida do zero, fazendo novas amizades, desempenhando atividades diferentes e abandonando todos aqueles que ficaram no planeta Terra.

Entretanto, para a nossa surpresa, Passageiros aborda não a adaptação destes viajantes a um novo planeta, e sim coloca um deles, Jim Preston (Chris Pratt), diante da situação de ser o único passageiro despertado – por um erro de funcionamento na sua câmara de sono – na nave que leva os viajantes para seu novo destino. Desta maneira, passamos a acompanhar a maneira como Jim se adapta a uma realidade solitária, tendo a certeza de que nunca chegará ao seu destino final.

A gama de emoções que Jim vive nessa jornada é a força motriz por trás de Passageiros. Mas, ao contrário do que assistimos em um filme como Náufrago, de Robert Zemeckis, viver sozinho é mais do que Jim pode aguentar, por isso ele decide acordar uma segunda passageira, a escritora Aurora Lane (Jennifer Lawrence). E é aqui que Passageiros deixa de flertar com o gênero de ficção científica e passa a ser uma história de amor.

Quando muda o seu gênero é que Passageiros começa a apresentar os seus maiores problemas. Apesar de ser interessante acompanhar o cotidiano de Jim e Aurora numa realidade completamente diferente da que eles imaginavam para si, a verdade é que falta ao filme de Morten Tyldum o conflito necessário para que possamos compreender mais do íntimo desses personagens e para que possamos ficar imersos nessa história. O filme se conforma, rapidamente, em caminhar rumo à previsibilidade – e isso é muito pouco se levarmos em consideração a qualidade dos nomes envolvidos no projeto. Uma pena que Passageiros tenha tomado esse rumo.

Passageiros (Passengers, 2016)
Direção: Morten Tyldum
Roteiro: Jon Spaihts
Elenco: Jennifer Lawrence, Chris Pratt, Laurence Fishburne, Michael Sheen, Andy Garcia

Indicações ao Oscar 2017
Melhor Direção de Arte –
Guy Hendrix Dyas e Gene Serdena
Melhor Trilha Sonora Original – Thomas Newman


Post Tags

Kamila Azevedo

Jornalista e Publicitária



Comentários



Deixe uma resposta