logo

Innsæi: O Mar Interior | Cena da Semana

publicado em:1/04/18 1:00 PM por: Kamila Azevedo Uncategorized


(Innsæi: O Mar Interior [2016] – diretores: Hrund Gunnsteinsdottir e Kristín Ólafsdóttir)

Innsæi é uma palavra que tem origem na língua islandesa e que tem profundos significados. Em um de seus vieses, pode expressar “o mar de dentro”, representando o constante movimento que pode ser revelado além das palavras. Também pode se referir a “ver o interior”, de forma a que possamos ter os meios de nos conhecermos e de nos colocarmos no lugar de outras pessoas. E, por fim, pode ser encarado como “ver de dentro para fora”, na medida em que nos suscita a termos a nós mesmos como referência diante de um mundo em constante transformação.

Todos esses significados estão profundamente relacionados com o tema principal do documentário Innsæi: O Mar Interior, dirigido por Hrund Gunnsteinsdottir e Kristín Ólafsdóttir, e que está disponível no catálogo do Netflix. Este filme tem como narradora uma ex-funcionária da Organização das Nações Unidas (ONU) e que se viu com uma dificuldade enorme quando serviu na missão do órgão em Kosovo: ela se percebeu assoberbada diante de um mundo que esperava demais dela – ao mesmo tempo em que ela colocava sob seus ombros uma responsabilidade enorme, diante da função que desempenhava.

Em suma, este é um documentário que nos ensina importantes lições a respeito de dois valores que perderam a força num mundo que tem um ritmo cada vez mais veloz: a intuição e a empatia. Por meio de entrevistas realizadas com pensadores, educadores e líderes espirituais, temos desenhada a importância de trabalharmos o hemisfério direito do nosso cérebro – que não usa palavras e estimula a imaginação, o sentimento, a empatia e a necessidade do contato interno com nós mesmos. Innsæi para todos nós!



Post Tags

Jornalista e Publicitária


Comentários



Deixe uma resposta