Cena da Semana

publicado em:15/03/09 6:01 PM por: Kamila Azevedo Cena da Semana

(“Pirueta” – “Os Saltimbancos Trapalhões” [1981] – diretor: J.B. Tanko)

A nova geração conhece a versão que foi regravada por Xuxa para o projeto “Xuxa Só Para Baixinhos 5 – Circo”. Mas, para mim, nada bate esta cena do filme “Os Saltimbancos Trapalhões”, meu longa favorito dos quatro humoristas que fizeram a minha infância – e a de tantas outras pessoas.

E é justamente revendo este filme que eu chego à conclusão de que eu tive uma infância sortuda! Bons tempos que ficaram na lembrança!



Kamila Azevedo

Jornalista e Publicitária


Comentários


apesar de ter nascido 10 anos depois do lançamento do filme, a sessão da tarde sempre recordou os sucessos dos trapalhões, e eu não perdia nenhum. realmente tivemos uma boa infancia.

abraçus

Responder

Apenas um dos melhores finais já feitos na história do cinema nacional … A cena do burrinho é de cortar o coração, além desse filme ser um dos melhores filmes nacionais já feitos …

Cena foda …

Responder

Nossa, eu adorava “Os Trapalhões” – mais o seriado televisivo Global do que os próprios filmes. E eu não devo ter assistido “Os Saltimbancos Trapalhões”, pois acabo de ver a cena e não me lembro dela. Aproveitarei que a Europa Filmes está relançando todos os filmes deles em DVD e começar a tentar pegar tudo para assistir.

Responder

Kami, eu não peguei essa época, mas lógico que conheço essa música :). Mas tive muito contato com os filmes dos Trapalhões, como “Os Trapalhões na Terra dos Monstros” (tenho em VHS rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs), “A Princesa Xuxa e os Trapalhões”, “O Mistério de Robin Hood” e “Os Trapalhões e a Árvore da Juventude”.

Os meus trapalhões preferidos sempre foram Mussum e Zacarias!

Excelente semana! Beijos!!!

Responder

John, graças a Deus tivemos uma boa infância! 🙂 Abraços!

João Paulo, o final desse filme, realmente, é fantástico. A minha segunda cena favorita, depois dessa, é a da Lucinha Lins cantando “Hollywood”, uma das músicas que eu mais gostava quando criança. E concordo que este é um dos melhores filmes nacionais já feitos. Abraço!

Alex, eu aproveitei o lançamento da maioria dos filmes dos Trapalhões e comprei “Os Saltimbancos” em DVD. Não me arrependo mesmo, porque o filme é genial.

Kau, eu assisti a todos esses filmes e meus Trapalhões favoritos eram o Didi e o Zacarias. Excelente semana e beijos!

Responder

gosto muito desse filme, Kamila. mas o meu preferido do eterno quarteto é “O Magico de Oroz”.
bjs e boa semana pra ti 🙂

Responder

Kamila,

Eu, mesmo nascendo em 1988, posso dizer que também tive uma infância rica de coisas e culturas mais inocentes. Os trapalhões ainda faziam filmes e sucesso e eu curtia cada filme, mesmo os mais antigos, com muita alegria. Esse filme é fantástico, assim como O Mágico de Oroz, entre os diversos que eles tiveram. Adoro esse m´suica e o filme também!

Responder

Eu peguei mais ou menos essa época e adorava tudo relacionado aos humoristas. O que é mais incrível é como hoje o conceito de programação infantil mudou muito, não vemos mais produções desse tipo – especialmente aqui no Brasil.

Responder

Nasci seis anos depois do filme, mas me lembro de já ter assistido esse filme. Sem dúvidas eu tive sorte de ainda pegar uma época onde a única preocupaçao que uma criança tinha na infância era a de acabar o dever a tempo pra ir brincar, ou assistir o saltimbancos dos trapalhoes.. rsrs valeu pela lembrança =D
e btw, a regravação da Xuxa.. =p

Responder

É UMA MÁGICA CENA, QUE ME FAZ FICAR EMOCIONADO EM SABER QUE ISSO FEZ PARTE DA MINHA INFÂNCIA.

MUITO OBRIGADO KAMILA

BEIJOS

Responder

Eu tenho até uma foto com eles, mas eu era bebê de colo ainda. =P
Trapalhões também fez parte da minha infância, uma considerável parte. Aliás, também não posso reclamar da minha, aproveitei muito. Tantos os filmes quanto desenhos e brincadeiras, ê tempo bom.
Ótimo post Kamilinha, fez todos viajarem um pouco no tempo. Beijões!!!!

Responder

Minha infância infelizmente não foi regida por estes mestres, mas pude conferir seus trabalhos, realmente extraordinários. Pena que o Didi não vingou após a velhice, e está tão ridículo quanto à Xuxa hoje em dia. Mas todos os filmes deles foram lançados em DVD há pouco, está aí uma chance para conferir.
Beijos!!!!

Responder

Também não sou dessa época, mas assisti muitos filmes dos trapalhões, e esse foi um deles… muito bom relembrar hehehe vlws…

Responder

Kamila, “Os Trapalhoes” eram legais, mas quando lembro q assistia xuxa, penso q a minha infancia nao foi tao sortuda assim… hehe

Responder

Essa música é genial, vi esse filme nos cinemas, e me arrepiava com ela, quando Didi ainda sabia fazer filmes.

Responder

Olá, Kamila! Tudo bem?

Gostava bastante dos Trapalhões, assistia muito na infância, se negasse estaria mentindo, rsrsrs. Se os programas de hoje fossem iguais… Também adorava ver os programas da TV Cultura na minha infância, rsrs. E confesso que tive uma infância maravilhosa com estas pérolas, rsrs

Beijos e tenha uma ótima semana! 😉

Responder

Mussum e Zacarias eternos!!! Depois que eles morreram a coisa degringolou, mas enquanto eles eram um quarteto, reinaram absoluto nos anos 80! Saudades.

Responder

Jeniss, eu também adoro “O Mágico de Oroz”. Beijos e boa semana!

Fernando, iremos te visitar, sim.

Cleber, o lançamento dos filmes dos Trapalhões em DVD é uma ótima oportunidade para se fazer isso. Beijos!

João Paulo, se eu pego estes filmes antigos dos Trapalhões (e, até mesmo, os da Xuxa) na TV, eu também assisto. 🙂

Robson, exatamente! A gente cresceu com esses filmes e ídolos que representavam algo mais inocente. Uma pena que as crianças de hoje em dia não podem curtir essas coisas também.

Vinícius, eu lamento muito que filmes como esse não sejam mais produzidos.

Marcel, minha sobrinha é DOIDA pela regravação da Xuxa, mas, um dia, eu hei de mostrá-la este filme. 🙂

Brenno, de nada! Beijos!

Marcus, que bom que gostou! Fiquei curiosa para ver sua foto com os Trapalhões. Beijos!

Weiner, exatamente! E me dói dizer isso, mas Didi perdeu a graça! Beijos!

Sérgio, que bom que todos gostaram desse post.

Romeika, mas eu também assistia Xuxa e eu adorava!!! rsrsrsrsrsrsrsr Nem aos domingos você assistia aos Trapalhões??

Cassiano, eu queria ter visto este filme no cinema!

Mayara, tudo bem, obrigada. E com você? Eu adorava o “Castelo Rá Tim Bum”. Assistia bastante, assim como as versões antigas do “Sítio do Pica-Pau Amarelo”. Beijos e ótima semana!

Denis, exatamente. Saudades eternas!

Responder

Kamila, xuxa eh Uó kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Mas “Os Trapalhoes” tinham qualidade, eu vi muitos filmes deles na minha infancia, apenas um no cinema, mas era tao pequena q nem lembro qual. E via o programa na TV as vezes, sim.

Responder

Os Trapalhoes dos anos 80 tb fizeram minha infancia mais especial. Eram os unicos filmes que via no cinema (nunca fui fã de animações).

Totalmente fora dos propositos dos trapalhoes, a musica dos saltimbancos foi usada recentemente no filme nacional “Se Nada Mais Der Certo”, com alto teor acido: um assalto a banco em que ladroes usam mascaras de FHC, Sarney e Collor. A sequencia é incrivel. Quando o filme for lançado (vi na Mostra de SP), nao deixe de conferir.

Abços!

Responder

Romeika, eu assisti a um bocado de filmes dos Trapalhões no cinema. Na realidade, a minha primeira experiência no cinema foi com um filme do grupo.

Hélio, eu somente assistia aos filmes de Xuxa e dos Trapalhões no cinema. Era sagrado aquela ida ao cinema para vê-los. Obrigada pela dica. Vou tentar assistir “Se Nada Mais Der Certo”. Abraços!

Responder

Deixe uma resposta