De Olho no Oscar 2011 de Melhor Atriz

Depois de uma corrida ao Oscar de Melhor Atriz que terminou com a insossa vitória de uma Sandra Bullock que conseguia estar pior do que as suas quatro concorrentes ao prêmio, os primeiros comentários que vinham sobre as postulantes ao Oscar 2011 de Melhor Atriz nos mostravam um pequeno dèjá-vu: estaríamos novamente diante de uma briga entre as antigas adversárias Hilary Swank e Annette Bening (que eram as favoritas em 2000 e 2005 – com a vitória de Swank em ambas oportunidades)? O tempo confirmou que, hoje em dia, se vê uma corrida ao Oscar 2011 de Melhor Atriz com ótimas candidatas brigando pela tradicional estatueta dourada. Ou seja, promessa de grandes emoções até o final, ou de, pelo menos, grandes emoções até as primeiras premiações começarem a confirmar aquele nome que será predominante até o fim. 

A primeira grande concorrente de 2010 veio do Festival de Cinema de Sundance: Annette Bening recebeu críticas excelentes pela performance em “The Kids Are Alright”, da diretora Lisa Cholodenko. No mesmo filme, outra atriz “overdue” a um Oscar, Julianne Moore, também ganhou louros pela sua atuação. Entretanto, numa decisão equivocada por parte do estúdio, Moore (que deveria concorrer à categoria de Melhor Atriz Coadjuvante, que está totalmente aberta) também vai ser promovida em Melhor Atriz. Neste cenário, poderia surgir uma certa divisão de votos entre Bening e Moore, mas, diante da força das críticas que a performance de Annette tem recebido, duvido que tal situação se confirme. 

A segunda grande concorrente do ano preenche alguns requisitos clichês desta nossa corrida: desconhecida, jovem, bonita e talentosa. Assim é Jennifer Lawrence, que, por “Winter's Bone”, tem conquistado sólidas críticas e construído um buzz que se mantém constante. Se alguém pode conquistar uma indicação surpresa ao Oscar de Melhor Atriz, este alguém é ela. Ainda dentro do requisito que é bem conhecido como “babe factor”, temos Carey Mulligan, que pode ser indicada pelo segundo ano consecutivo por “Never Let Me Go” (um filme que obteve recepção mista da crítica no Toronto International Film Festival 2010), e aquela que pode ser apontada como a grande adversária de Annette Bening ao prêmio deste ano: Natalie Portman, que vem arrebatando a crítica e o público com uma performance elogiadíssima pelo não menos aclamado “Black Swan”, de Darren Aronofsky – basta dizer que chegaram a compará-la com Bette Davis. 

Também não seria um ano de Oscar se não fôssemos confrontados com um grande retorno. Após uma série de filmes que não conseguiram chamar a atenção de ninguém, eis que a australiana Nicole Kidman resolve mostrar que sua verve como atriz continua vivíssima. Em “Rabbit Hole”, de John Cameron Mitchell, Kidman tem obtido as melhores críticas como atriz desde aquele seu “período de ouro” com “Moulin Rouge! - Amor em Vermelho”, “Os Outros” e “As Horas”. Não custa nada mencionar que o papel que Kidman interpreta neste filme rendeu um Tony para Cynthia Nixon – se bem que isso não ajudou Meryl Streep, por “Dúvida”... 

Em 2011, o britânico Mike Leigh pode manter sua escrita de ser um diretor que dá sorte às suas atrizes. Depois de emplacar Imelda Staunton por “Vera Drake” e Brenda Blethyn por “Segredos e Mentiras”, pode ser a vez de Lesley Manville, que ganhou excelentes críticas pela sua performance em “Another Year”, obra mais recente do diretor, se destacando, especialmente, no Festival de Cinema de Cannes deste ano. 

Mas, e Hilary Swank? Bem, ela é sempre uma incógnita. Uma atriz que ganha dois Oscars pelas suas duas indicações, mesmo sem ter uma carreira do nível de uma Meryl Streep ou Julianne Moore, é sempre um nome a ser considerado, uma vez que a Academia já deu provas suficientes de seu amor por ela. No ano passado, não deu por “Amelia” (um filme que obteve críticas pífias), mas este não parece ser o caso de “Conviction”. Baseado na história real de uma mulher que lutou para reverter uma injusta condenação sofrida pelo seu irmão, a performance de Swank parece ser um misto de Erin Brockovich com Leigh Anne Tuohy (e não sei se isto me agrada, sinceramente). Apesar de ter sido bem elogiada por quem assistiu ao filme, talvez Swank seja ofuscada pelo seu excelente elenco de apoio, principalmente Sam Rockwell, ator que recebeu os maiores elogios do filme até agora. 

Por enquanto, se eu tivesse que apostar nas cinco indicadas, elas seriam, por ordem de buzz:
1. Natalie Portman, Black Swan
2. Annette Bening, The Kids Are Alright
3. Jennifer Lawrence, Winter's Bone
4. Nicole Kidman, Rabbit Hole
5. Hilary Swank, Conviction

Com Lesley Manville louquinha para entrar neste seleto grupo.

48 comments

  1. Leandro 21 setembro, 2010 at 22:14 Responder

    Adorei o texto e adoro essa parte das épocas de premiação,onde tudo pode acontecer.
    Acho que as maiores certezas na categoria até agora é Natalie Portman e Jennifer Lawrence,acho que pela burrada da produtora nem Annette Benning e nem Julianne Moore serão indicadas (Mesmo que nessa briga as duas teriam merecidas indicação,não assisti ao filme,mas sou apaixonado por ambas),E só o fato da possibilidade de novamente ter Benning e Swank indicadas juntas novamente me dá nervoso.
    Acredito muitíssimo na volta de Nicole Kidman e torço muitíssimo e já acho que Leslie Manville terá sua chance,mas quem viver verá (filosofia de quinta).
    Minha Aposta é : Natalie Portman,Jennifer Lawrence,Nicole Kidman,Michelle Williams e Leslie Manville.

    Abraços e desculpa o testamento ;D

  2. Wally 21 setembro, 2010 at 23:17 Responder

    É até engraçado ver Hilary Swank e Annette Bening (pela terceira vez!) como prováveis indicadas ao Oscar do mesmo ano, na mesma categoria. Se ambas forem indicadas desta vez, porém, as duas devem sair sem nada. Até porque, se Swank vencer de novo Bening deve tirar alguma satisfação em plena cerimônia. Não é possível! Eu acho que pode dar Natalie Portman, mas tudo pode acontecer…

    • Pedro Paulo 15 dezembro, 2010 at 23:10 Responder

      Entregar duas estatuetas para Hillary Swank e Jodie Foster, que em apenas um dos anos mereceram (2000 e 1991), e deixar Glenn Close, Julianne Moore, Annete Bening, Michelle Pfeifer e, INDO MAIS LONGE, Deborah Kerr, Irene Dunne, Carole Lombard, Angea Lansbury sem prêmios é coisa que nem os membros da Academia sabem explicar, acho que eles passam por um surto de demência na hora de votar em certos anos.

  3. alan raspante. 21 setembro, 2010 at 23:48 Responder

    Já faz um tempo que venho lendo sobre a atuação de Jennifer Lawrence, dizem as boas línguas que a guria está realmente boa, acho que consegue a indicação, portanto, acho que este Oscar tem cara de Portman!

  4. Paulo Ricardo 22 setembro, 2010 at 01:42 Responder

    Belo post Kamila.O melhor ano da premiação na categoria atriz foi 2006.Penélope Cruz(Volver),Meryl Streep(O Diabo Veste Prada),Kate Winslet(Pecados íntimos) e Judi Dench(tão soberba quanto Helen Mirren-Notas Sobre Um Escândalo) e finalmente Helen Mirren(o que era aquilo?? Estupenda!! como A Rainha).Ano passado concordo contigoi,foi um ano fraco,ouso a dizer que foi a pior atuação que eu vi vencedora do Oscar,repito,atuação que eu vi,porque com certeza outros astros cpiores que Bullock já levrama um careca dourado pra casa.Kamila,tem uma injustiça que poucos falam na categoria atriz ano passado.Michelle Pfeiffer esteve ótima no filme Chéri do também otimo diretor Stephen Frears.Só que o filme foi lançado em fevereiro de 2009 no festival de Berlim e Pfeiffer foi perdendo força e nem chegou a indicação.Concordo contigo quanto a Hilary Swank em Amelia.E aquela atuação básica que não permite grandes momentos.2 atores que tiveram atuação assim em biografias foi Morgan Freeman em Invictus(Nelson Mandela)e Benicio Del Toro(acho um baita ator,tá circulando em São Paulo essa semana)por Che,em que interpreta Ernesto Che Guevara.É muito dificil interpretar uma pessoa famosa e o maior exemplo disso é Jamie Foxx que esteve excelente em Ray e Helen Mirren como A Rainha Elizabeth.Só ouço falar bem de The Kids Are Alright e parece que vai ser o filme indie do ano.Também estou contigo,gosto muito de Julianne Moore,principalmente em Magnólia e Ensaio Sobre a Cegueira.Infelizmente não vi As Horas,mas esse ano vou alugar a obra máxima de Stephen Daldry e vou ver sem falta,mas Moore recebeu sua ultima nomeação ao Oscar por esse filme.Vamos esperar os proximos meses.Meu palpite é que Natalie Portman esta garantida,só falta 4 vagas,mas é pura especulação da minha parte heheheh,estou me seguindo pelo que leio.Legal você escrever sobre a cerimonia do Oscar e mês que vem é outubro e se aproxima a maior cerimonia do cinema,”A Copa do Mundo da sétima arte”rss,beijos Kamila.

    • Kamila 22 setembro, 2010 at 11:15 Responder

      Paulo, 2006 foi realmente um grande ano para a categoria de Melhor Atriz, com uma vitória incontestável da Helen Mirren. Acho que meu ano favorito da disputa, recentemente, foi 2002, com a vitória da Nicole Kidman. Beijos!

      Mandy, apesar de ainda não ter assistido aos filmes das possíveis indicadas, vou dando meus pitacos e especulando… rsrsrsrsr

      Amanda, obrigada!

  5. Jonathan Nunes 22 setembro, 2010 at 10:53 Responder

    Pelas críticas que estão vindo de fora sua lista é muito coerente Kamila, torço bastante por uma indicação da Michelle Williams. Porém a grande favorita no momento é a Natalie Portman e torço bastante por isso acho ela um grande atriz.

    • Kamila 22 setembro, 2010 at 11:16 Responder

      Jonathan, obrigada! A Natalie Portman parece ser mesmo a favorita no momento. Gosto dela e fico feliz de vê-la vivenciando este bom momento em sua carreira. A Michelle Williams sempre é aventurada para indicações deste tipo, mas, por enquanto, nada… Veremos o que acontecerá com ela neste ano.

  6. Marfil 22 setembro, 2010 at 11:36 Responder

    Ótima analise, Kamila. Acredito que o Oscar deve ficar entre Bening e Moore, “as duas mães” de THE KIDS… com Portman correndo por fora. Não esqueça de Michelle Williams em BLUE VALENTINE. Ela deve abocanhar algum Prêmio independente.

    • Kamila 23 setembro, 2010 at 00:12 Responder

      Marfil, obrigada! Eu discordo e acho que o Oscar está entre Bening e Portman. E vou anotar os dois nomes recomendados. 🙂

      Cleber, poxa vida, me esqueci da Hathaway, que deve vir forte por “Love and Other Drugs”.

  7. Reinaldo Matheus Glioche 22 setembro, 2010 at 13:54 Responder

    É hora de se observar o buzz msm. Acho que das que vc mencionou, Natalie Portman é a indicação mais certa de Black Swan. É preciso aguardar para ver como o filme de Aranofsky será digerido. Tb aguardo com altas expectativas a atuação de Nicole que me parece de fato insurgente. Quanto as outras, ainda não me atrevo a previsões tão pontuais. Mas o texto, como já foi dito aqui antes, está ótimo.
    Beijos

  8. Matheus Pannebecker 22 setembro, 2010 at 15:40 Responder

    Kamila, faz muito tempo que ando desacreditado com a categoria de melhor atriz. O último grande ano dessa categoria foi quando Helen Mirren venceu, onde todas as indicadas, sem exceção, estavam notáveis. Esse ano, com a vitória de Sandra Bullock, vi o quanto a categoria anda desestabilizada. Quanto ao próximo ano, acho que tudo ainda está muito confuso. Só duvido que a Annette Bening vença algum prêmio por “Minhas Mães e Meu Pai”. Além dela dividir a tela com outra atriz igualmente querida – e injustiçada – não parece ser o tipo de atuação que a Academia costuma premiar. Vale lembrar, também, que a última atriz a vencer o Oscar de protagonista por uma comédia foi Cher. Nem Meryl esse ano conseguiu esse feito. O preconceito com comédias ainda é grande e essa é mais um obstáculo a ser ultrapassado por Bening…

    • Kamila 23 setembro, 2010 at 00:13 Responder

      Robson, opinião respeitada. rsrsrsrrs

      Reinaldo, obrigada. Beijos!

      Matheus, concordo que 2006 foi o último grande ano desta categoria. Não entendo por quê a AMPAS tem tanto preconceito com as comédias.

  9. Alex Gonçalves 24 setembro, 2010 at 22:20 Responder

    Kamila, talvez as suas previsões se concretizem. Mas não apostaria muito na indicação de Natalie Portman por “Black Swan”, pois este não me pareceu um filme de Oscar, como o trailer soturno pode antecipar. Me parece um filme bem alternativo e nem sempre a Academia curte isto. E eu ficaria tão feliz em ver Nicole Kidman sendo indicada ao prêmio no ano que vem… Além de ser a minha atriz favorita, faria eu dar tapa na cara de muitos detratores, rs.

    No mais, eu até acho que a Hilary pode entrar neste ano e afirmo que foi uma injustiça o que fizeram com “Amelia”. Ela está perfeita no filme e merecia ser mais reconhecida por sua performance.

    • Kamila 24 setembro, 2010 at 22:24 Responder

      Alex, como não apostar na Natalie Portman, se a performance dela e o filme têm sido elogiadíssimos?? Acho que a Nicole volta a ser indicada neste ano.

  10. D. F. Soares 26 setembro, 2010 at 22:51 Responder

    Apesar de ainda não ter visto o filme… acredito que possa render,pelo menos uma indicação, a Julia Robert por sua atuação em “Eat, Pray, Love”. Mesmo porque ela tem essa coisa de aparecer grandemente (aproximadamente) a cada 10 anos. Primeiro foi “Pretty Woman”, depois “Erin Brockovich”, e agora… resta agora esperar para ver…

  11. dyogo luis costa de carvalho 7 novembro, 2010 at 00:46 Responder

    estou na torcida por hilary swank, annette bening, natalie portmn, jennifer lawrence e nicole kidman para melhor atriz.
    para melhor ator seriam: james franco, robert duvall, colin firth, mark walhberg e javier bardem.
    melhor diretor: danny boyle, tom hooper, christopher nolan, david fincher e darren aronofsky.
    melhor filme: cisne negro, a origem, a rede social, the kins’s speech, winter’s bone, toy story 3, 127 horas, the fighter, minhas mães e meu pai e made in dagenham.

  12. Isabel 14 novembro, 2010 at 12:38 Responder

    legal a torcida dos favoritos ao oscar de atores ao oscar em 2011,acompanhei e achei que as sugestões são de força e de pessoas que estam antenadas na história de oscar e atrizes de personalidades,acho que existe sempre um azarão que entra de gaiato no páreo.

  13. Henrique 29 novembro, 2010 at 14:25 Responder

    Se acontecesse um empate, seria ótimo, porém isso já não acontece desde 1969, quando Barbra Streisand e Katharine Hepburn leveram a estatueta. Bom, mas ainda é muito cedo para saber quem realmente vai ganhar, mas estou torcendo muito para Annete, Natalie e Nicole.

    • Pedro Paulo 12 dezembro, 2010 at 01:37 Responder

      Eu acho que a Academia “força” (leia-se convence) o máximo para não deixar empatar.

      Não querendo entrar em história do Oscar, mas em 1969, não daria empate, pois Kate estava uns 4 degraus acima de todas, mas dava empate em 1950, entre Davis e Swanson, sensacionais.

      Gostaria muito que o Oscar ou fosse para Annete ou Julianne (principalmente), minhas musas, injustiçadíssimas.

      Annete realmente ainda não teve um ano em que foi A MELHOR, mas perder pela insossa Hillary em 2005 foi de doer. E a atuação da Julianne em “Far From Heaven” foi ANOS_LUZ melhor que a da Kidman. Mas deixa a Academia.

      (Outras que eu fico P*** de não terem prêmio: GLENN CLOSE [mereceu dois anos seguidos, 1987 e 1988), Michelle Pfeifer, Joan Allen, e das antigas, Telma Ritter e Deborah Kerr.)

  14. Kamila 12 dezembro, 2010 at 17:55 Responder

    Pedro Paulo, eu também daria um empate entre Davis e Swanson, em 1950. E acabou que as duas devem ter dividido tanto os votos que perderam naquele ano. Glenn Close, Julianne Moore e Annette Bening, realmente, são três atrizes que já deveriam ter Oscars.

    • Pedro Paulo 13 dezembro, 2010 at 00:37 Responder

      Reamente faz muito sentido o que você falou Kamila, pois dizem que Greta Garbo (fui longe, hein?) só perdeu Oscar de 1929/1930 para Norma Shearer por ter concorrido com dois filmes, o que dividiu os votos.

      Judy Holliday está no meu TOP 5 de piores ganhadoras do prêmio. Basta ver que, depois da consagração, não fez mais “nada”.

      Seria um sonho um empate entre Annete e Julianne.

    • Kamila 13 dezembro, 2010 at 22:52 Responder

      Alfredo, a Natalie é uma das favoritas, mas, como ainda não assisti “Black Swan”, vou me eximir de fazer comentários sobre a atuação dela.

  15. Anderson 30 dezembro, 2010 at 00:04 Responder

    Não sei viu! Mas, acho que a poderosa Julia Roberts pode ser indicada pelo filme: Comer Rezar Amar, o filme e bacana, tem uma fotografia bonita e ela estava ótima. Vamos ver né?

  16. Caio 2 janeiro, 2011 at 00:33 Responder

    típico de cenófila retardade criticar a Sandra Bullock… tem coisa q é típica s enaum rolar desse jeito não vai…

    Juliane Moore equiparada a Meryl Streep no post hahahahha não me faça rir. assim como Kidman à muito não se via trabalhos decenets da mesma…

    Espero que Swank fique fora dessa…

    Portman minha favorita sem dúvidas!

    • Kamila 2 janeiro, 2011 at 12:20 Responder

      Liz, ainda não tenho torcida definida, mas concordo que a Natalie Portman é uma ótima atriz.

      Anderson, se ela não foi indicada nem ao Globo de Ouro, imagine ao Oscar!

      Caio, Julianne Moore é uma grande atriz e sempre está excelente nos filmes que faz, independente da qualidade dos mesmos. Swank deve ficar de fora dessa, sim!

  17. Wladimir 20 janeiro, 2011 at 06:03 Responder

    Esse ano a Portman leva o Oscar com folga… e tomara que a estranha Hilary Swank não seja nem indicada.. quando eu lemro que a Bening perdeu o Oscar de melhor atriz por Beleza Americana pra Swank me dá um nó na garganta

Deixe uma resposta