Teatro - "Dolores"

Em cartaz todas as sextas-feiras do mês de Julho, às 20h, no Teatro de Cultura Popular (TCP), o musical “Dolores”, dos diretores Diana Fontes e Jonas Sales, se baseia na peça “Brasileiro Profissão Esperança”, do dramaturgo paraibano Paulo Pontes, e faz um retrato da trajetória artística da cantora Dolores Duran, usando como pano de fundo a amizade estabelecida entre ela e o cronista, comentarista esportivo, poeta e compositor Antônio Maria, tendo uma trama situada nas décadas de 40 e 50, período em que ambos, digamos, alcançaram o auge de suas vidas artísticas.

Num cenário simples, cujos objetos de decoração são importantes peças de cena, uma vez que são tão personagens do espetáculo quanto os amigos Dolores Duran e Antônio Maria, os atores Cláudia Magalhães e Isaque Galvão vão relembrando os momentos cruciais das vidas dessas duas figuras, utilizando como base os textos escritos por Maria e as canções que foram eternizadas na voz de Duran.

O espetáculo tem um formato muito interessante, uma vez que ele se apoia na linguagem musical para retratar algo que Dolores Duran e Antônio Maria tinham em comum: ambos buscavam o amor, ambos estavam interessados nas alegrias e nas tristezas desse sentimento, ambos acreditavam que a receita da vida se encontrava na vivência plena desse sentimento. Fato que coloca Duran e Maria ao lado de outros artistas como Maysa, por exemplo, que tinham esse grande desejo de amar e de ser amado (a).

Por serem as duas figuras predominantes em cena, o ponto alto de “Dolores” acaba sendo as duas grandes atuações que nos são oferecidas por Cláudia Magalhães e por Isaque Galvão. Ambos são puro sentimento. A se lamentar somente, no dia em que assistimos ao espetáculo, as falhas constantes na sonoplastia da peça. Ainda bem que Magalhães e Galvão seguraram bem a onda e garantiram a continuidade do musical, afinal o show não pode parar.

Dolores
Direção: Diana Fontes e Jonas Sales
Elenco: Cláudia Magalhães e Isaque Galvão

3 comments

  1. bruno knott 31 julho, 2011 at 15:00 Responder

    Bacana esse espaço para divulgar peças, Kamila!

    Me parece uma peça simples, mas interessante. Apesar de não me considerar um fã de musicais, acho que desse eu iria gostar. Quem sabe não aparece na minha cidade?!

    Boa dica.

    • Kamila 1 agosto, 2011 at 00:41 Responder

      Bruno, obrigada! 🙂 A peça é simples, sim, mas muito legal. Espero que a companhia daqui de Natal leve esse espetáculo para outros lugares, porque merece! 🙂

Deixe uma resposta