Os Melhores de 2012

Chegamos, agora, à segunda parte da nossa retrospectiva de final de ano, em que publicaremos nossa lista dos melhores filmes e daqueles que se destacaram, em diversas categorias, no ano de 2012. Ao todo, assistimos a 141 filmes no ano passado, dos mais variados gêneros, diretores e estilos. Ao analisarmos os 10 filmes que consideramos ser os melhores vistos no cinema, em 2012, chegamos a uma conclusão que vem de encontro ao assunto que introduziu o nosso post anterior dessa mesma retrospectiva: a de que, apesar de ter sido um ano excelente, do ponto de vista mercadológico, para o cinema; a verdade é que o ano nos brindou com poucos longas realmente memoráveis.

Dos dez filmes que fazem parte da nossa lista, somente dois foram obras lançadas neste ano. Os outros oito filmes fizeram parte da temporada de premiações 2011-2012 e são destaque de crítica. Quatro dessas obras são produções estrangeiras, o que corrobora a tendência recente de crescimento das indústrias cinematográficas de outros países. Entretanto, existe um laço mais forte que une todos esses dez filmes que citamos: o fato de que eles tratam de diferentes facetas da natureza humana, desde aquela que nasce do mais nobre dos sentimentos até a que surge das maiores tragédias ou dos acontecimentos mais delicados de nossas vidas.

Fiquem com os nossos Melhores Filmes de 2012, tendo como base a data de lançamento dos mesmos nas salas de cinema de todo o Brasil (para ler as críticas, é só clicar nas figuras):

Guerreiro
O Artista
A Separação
Histórias Cruzadas
Hugo Cabret
Precisamos Kevin
Drive
Argo
La Delicatesse
O Impossível
O Melhor Ator: Jean Dujardin, O Artista
A Melhor Atriz: Meryl Streep, A Dama de Ferro
O Melhor Ator Coadjuvante: Julio Andrade, Gonzaga: De Pai Para Filho
A Melhor Atriz Coadjuvante: Bryce Dallas Howard, Histórias Cruzadas
O Melhor Filme de Animação: A Origem dos Guardiões
A Melhor Direção de Arte: Dante Ferretti e Francesca LoSchiavo, A Invenção de Hugo Cabret
O Melhor Figurino: Arianne Phillips, W.E. - O Romance do Século
A Melhor Fotografia: Guillaume Schiffman, O Artista
O Melhor Diretor: Michel Hazanavicius, O Artista
A Melhor Edição: Matthew Newman, Drive
O Melhor Elenco: Argo
A Melhor Maquiagem: A Dama de Ferro
A Melhor Trilha Sonora Original: Abel Korzeniowski, W.E. - O Romance do Século
A Melhor Canção Original: "Skyfall", Adele, 007 - Operação Skyfall
O Melhor Som: Millennium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres
Os Melhores Efeitos Visuais: As Aventuras de Pi
O Melhor Roteiro Adaptado: Chris Terrio, Argo
O Melhor Roteiro Original: Asghar Farhadi, A Separação

A Melhor Cena do Ano:

Pura poesia visual, na melhor cena de um grande filme.

=============================

O Cinéfila por Natureza entrará em um pequeno recesso, neste início de ano, para recarregar as baterias. Voltamos no dia 21 de janeiro para mais um ano cinematográfico, em plena temporada do Oscar 2013. Agradeço a todos pelas visitas e comentários de sempre, com os quais aprendo muito!

22 comments

  1. Pablo 4 janeiro, 2013 at 20:21 Responder

    Guerreiro em primeiro lugar é mais do que merecido, mas como eu assisti esse filme em 2011, ele não entra na minha lista.
    O 5 melhores filmes de 2012 para mim foram:
    1 – O Hobbit
    2- O artista
    3- As Vantagens de ser invisível
    4 – O cavaleiro das trevas ressurge
    5- As aventuras de Pi

    • Kamila Azevedo 13 janeiro, 2013 at 11:56 Responder

      Matheus, exatamente! “Guerreiro” é um filme bem subestimado.

      Pablo, “O Hobbit” nunca entraria na minha lista, muito menos o “Batman: Cavaleiro das Trevas Ressurge”. Não assisti ao elogiado “As Vantagens de ser Invisível” ainda.

      Celo, obrigada! Não sei se “Guerreiro” foi lançado nos cinemas em 2012…

  2. Amanda Aouad 5 janeiro, 2013 at 03:58 Responder

    Bom, só quatro estão no meu top 10, mas não significa que não concorde que os demais são belos filmes. Tenho alguns problemas com o final de Impossível e não gosto tanto de História Cruzadas, mas gostei da lista como um todo.

  3. Weiner 5 janeiro, 2013 at 23:43 Responder

    Gostei dos seus selecionados, teremos quatro em comum (a minha deve ser divulgada nos proximos dias).
    Vou comentar sobre alguns detalhes, posso? rs
    GUERREIRO é ótimo, mas me surpreendeu vê-lo na primeira posição. Porém todo destaque para este filme é válido, já que é um tanto subestimado.
    DRIVE pra mim não é um filme tão bom. Acho muito estiloso, mas o conteúdo deixa a desejar.
    A SEPARAÇÃO é outro caso de filme muito bom, mas superestimado – há críticos que o apontam como um filme obrigatório, não acho que seja o caso.
    Adorei ver HISTÓRIAS CRUZADAS aqui, esse filme merece reconhecimento. Nunca é um filme ruim, como muitos dizem. Tem seus clichês, mas é ótimo.
    PRECISAMOS FALAR SOBRE O KEVIN é um filme de excelente premissa que peca muito no desenvolvimento do Kevin – não dá pra ter raiva nem pena dele, me causou indiferença pura.
    E não vi A DELICADEZA DO AMOR, pode????
    No mais, um ótimo ano pra você, amiga, e que 2013 traga bons ventos e muitos, muitos filmes!
    Beijos!

    • Kamila Azevedo 13 janeiro, 2013 at 11:59 Responder

      Amanda, obrigada! Entendo muita gente não gostar de “Histórias Cruzadas”. O filme dividiu opiniões.

      Robson, os dois filmes que você destacou são ótimos!

      Weiner, que bom que gostou da inclusão de “Histórias Cruzadas”. Acho esse um grande filme mesmo! E tente assistir “A Delicadeza do Amor”, que é um lindo filme. Depois, vejo a sua lista de melhores. Beijos!

  4. Jorge Teixeira 6 janeiro, 2013 at 22:30 Responder

    Boa lista, que refere muitos títulos imprescindíveis dos últimos dois anos (relativos ao ano de produção). Talvez discorde um pouco da presença de The Help e Warrior (bons filmes apesar de tudo). De resto, ainda não vi o The Impossible, espero ver em breve.

    Cumprimentos,
    Jorge Teixeira
    Caminho Largo

  5. wallace3110 7 janeiro, 2013 at 11:32 Responder

    Boa lista, GUERREIRO só não entrou na minha por ter saído direto em dvd no Brasil (só considerei os lançados no cinema). Por outro lado, HISTÓRIAS CRUZADAS e KEVIN entraram na minha lista de piores…

    • Kamila Azevedo 13 janeiro, 2013 at 12:01 Responder

      Cassiano, obrigada! Depois, leio a sua lista.

      Jorge, tente assistir “O Impossível”, que é um emocionante filme. Abraços!

      Wallace, obrigada! Não entendo alguém considerar “Histórias Cruzadas” e “Kevin” como dois dos piores filmes de 2012, mas cada um tem direito a sua opinião.

  6. Paulo Ricardo 12 janeiro, 2013 at 17:38 Responder

    2012 foi um grande ano com grandes filmes.Da lista não conferi “Separação” e não gostei de “Histórias Cruzadas”(pretende rever em breve).A minha perecepção em cima das suas escolhas:

    “Guerreiro”-Breno Silveira costuma dizer que uma boa história tem conflito.O cineasta brasileiro sabe traduzir como poucos conflitos entre pai e filho.Nesse filme de Gavin O´Connor essa premissa é levada ao limite.Não de um,mas de dois filhos que divergem do pai(religioso,mas com um passado ausente) e que disputam MMA e se vê nesse dilema moral.Uma bela história,bem contada e que teve uma merecida nomeação ao Oscar para o veterano Nick Nolte.

    2-“O Artista”-Particulamente gosto das coisas simples.Hoje em dia em tempos de internet é tudo MUITO e em demasia.Muita informação,muita opinião,o filme tem que ser entupido de efeitos,diretores estouram orçamentos e vem o Hazanavicius com um filme mudo,preto e branco e revelando Dujardin e Bejó.Simples,como as melhores coisas da vida.Eu gostei muito da sua critica que faz uma comparação a “Crepusuculo dos Deuses”.

    3-“Histórias Cruzadas”-Meu cineasta favorito é Kubrick,sou cânceriano e dramatico.Gosto de conflitos.Não é dificil entender porque não gosto desse filme que carece de drama.Na resenha da Isabela Boscov ela definiu muito bem como Tate Taylor “pisa em ovos” para abordar um tema tão sério como racismo.

    “Hugo Cabret”-Nunca assisti um filme ruim de Scorsese.Sério.Eu avalio filmes como péssimo,ruim,bons,ótimos,excelentes e Scorsese.A fuga desse menino no cinema é algo muito pessoal.Um filme que atingiu o meu coração.

    “Precisamos Falar Sobre o Kevin”-Kamila,eu tenho tanta coisa pra falar desse filme.Não cabe nesse site.É muita coisa á dizer.Um excelente estudo sobre uma mente psicopata.Recomendo o livro “Mentes Perigosas”de Ana Beatriz Barbosa

    7-“Driver”-Virtuoso ao extremo e violento no limite.Ryan Golsing entra para o panteão do primeiro time de hollywood com esse eletrizante filme.Vamos ficar de olho no dinamarques Nicolas Winding Hefn.

    9-“A Delicadeza do Amor” é muito bom.Me recordo que no meu comentário no post eu fiz uma confusão de personagens rsrs.Mais voltado para o público feminino.Vale ser descoberto em DVD.

    10-“Impossivel”-Assisti esse filme com a minha irmã e ela ficou muito incomodada.Com toda razão,o tsunami foi uma tragédia sem precedentes e com grandes interpretações de Naomi Watts e o menino Tom Holland.Uma das grandes experiencias no cinema em 2012.

    Destaco “Os Descendentes” de Alexander Payne e “As Aventuras de Pi” de Ang Lee.

    Eu só aprendo nesse blog.Aqui tem ótimos debates,as vezes discordâncias e é um espaço que tenho para dividir com pessoas inteligentes e apaixonados pela sétima arte.O tempo passa,vamos envelhecer,amadurecer,mas o importante é dividir sentimentos.

    Kamila,Feliz 2013 pra você e sua Familia

  7. Kamila Azevedo 13 janeiro, 2013 at 12:04 Responder

    Bruno, ainda não assisti “Holy Motors”, mas só leio bons comentários sobre esse filme.

    Paulo, Scorsese não tem uma filmografia impecável. Ele tem alguns filmes bastante irregulares, como “Gangues de Nova York” e aquele cujo nome não me lembro, mas que Nicolas Cage interpreta um cara que dirige (???) uma ambulância… Até mesmo “A Invenção de Hugo Cabret” tem falhas, mas é um grande filme, uma bonita homenagem ao cinema. Também aprendo muito neste site, com todos vocês, e espero continuar mantendo o espaço por muito tempo. Obrigada e Feliz 2013 para você e sua família!

  8. Elton Telles 17 janeiro, 2013 at 01:34 Responder

    3 dos seus filmes entraram no meu top 10. Contesto um pouco o tão bem colocado “The Help” hehe, mas não desgosto tanto do filme quanto muitos, acho que aqui é uma questão de gosto. Mas a lista está muito bacana e pessoal, Ká. “Guerreiro” levando o ouro e a lembrança ao belo “A Delicadeza do Amor” são os destaques. Parabéns! ^^

    Bjs!

  9. Clóvis Tayllon 18 janeiro, 2013 at 00:45 Responder

    Adorei sua lista, Kamila! Alguns filmes nessa lista eu absolutamente adoro (Hugo, O Impossível, Histórias Cruzadas e Kevin), e tem alguns que eu ainda não assisti, mas me parecem serem muito bons. Quando eu me botar em dia com os filmes, eu volto aqui e digo quais foram os meus favoritos em 2012.

    Abraços!

    • Kamila Azevedo 20 janeiro, 2013 at 12:59 Responder

      Elton, adoro “The Help”, pelo seu tema e pela forma como aborda isso. Obrigada! Beijos!

      Clóvis, obrigada! Depois, coloque aqui quais foram os seus filmes favoritos em 2012. Abraços!

  10. Clóvis Tayllon 8 abril, 2013 at 20:36 Responder

    Kamila, aí estão os meus favoritos no ano de 2012:

    Top 10 filmes de 2012

    01. O Artista
    02. A Separação
    03. As Aventuras de Pi
    04. O Impossível
    05. Precisamos Falar Sobre Kevin
    06. Argo
    07. Millenium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres
    08. Histórias Cruzadas
    09. Guerreiro
    10. A Invenção de Hugo Cabret

    Menções Honrosas:
    “As Vantagens de Ser Invisível”
    “007 – Operação Skyfall”
    “ParaNorman”
    “O Espetacular Homem-Aranha”
    “Valente”

    Melhor Filme: “O Artista”
    Melhor Diretor: Michel Hazanavicius, “O Artista”
    Melhor Roteiro Original: “A Separação”
    Melhor Roteiro Adaptado: “Argo”
    Melhor Ator: Jean Dujardin, “O Artista”
    Melhor Atriz: Tilda Swinton, “Precisamos Falar Sobre Kevin”
    Melhor Ator Coadjuvante: Ewan McGregor, “O Impossível”
    Melhor Atriz Coadjuvante: Viola Davis, “Histórias Cruzadas”
    Melhor Elenco: “O Impossível”
    Melhor Animação: “ParaNorman”
    Melhor Ator/Atriz Jovem: Tom Holland, “O Impossível”
    Melhor Fotografia: “As Aventuras de Pi”
    Melhor Montagem: “Millenium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres”
    Melhor Trilha Sonora: “As Aventuras de Pi”
    Melhor Canção: Skyfall, “007 – Operação Skyfall”
    Melhor Direção de Arte: “A Invenção de Hugo Cabret”
    Melhor Maquiagem: “A Dama de Ferro”
    Melhor Figurino: “O Artista”
    Melhor Edição de Som: “A Invenção de Hugo Cabret”
    Melhor Mixagem de Som: “A Invenção de Hugo Cabret”
    Melhores Efeitos Visuais: “As Aventuras de Pi”

    O filme mais superestimado do ano: “Drive”
    O filme mais subestimado do ano: “Guerreiro”
    A melhor cena do ano: O naufrágio do Tsimtsum em “As Aventuras de Pi”

    Ficaram alguns filmes pendentes ainda (Shame, O Hobbit, Holy Motors, etc.), masque ainda não tive tempo de conferir.

    Bjs!

Deixe uma resposta