Os Infratores

O filme “Os Infratores”, dirigido por John Hillcoat, se passa num momento histórico que já foi muito retratado em diversos longas do cinema norte-americano, quando, no período de 1920 a 1933, os Estados Unidos vivenciaram o período da Lei Seca, que, proibiu, terminantemente, naquele país, a fabricação e o transporte de bebidas alcoólicas para consumo. Esta época foi propícia para o nascimento de algumas figuras míticas do crime norte-americano, como Al Capone, que lucravam muito com o consumo ilegal de bebidas alcóolicas.

O roteiro escrito por Nick Cave fala sobre uma realidade mais interiorizada (o condado de Franklin County, no Estado de Virginia), porém que foi marcada pela presença de uma família de contrabandistas de bebida, que, além de viverem às margens da lei, eram quase uma lenda na localidade. Os irmãos Bondurant – Jack (Shia LaBeouf), Forrest (Tom Hardy) e Howard (Jason Clarke) – eram peixe pequeno perto de gente como Al Capone. Entretanto, o que é mais interessante no relato da história deles é justamente o fato de que eles conseguiam ser tão bons naquilo que faziam – com a contribuição da inteligência suprema do jovem Cricket Pete (Dane De Haam) – que atraíram a atenção, não só dos grandes grupos de mafiosos das grandes cidades, como também das autoridades locais, que queriam, cada um à sua maneira, uma fatia do lucro que eles obtinham.

O diretor John Hillcoat (conhecido do grande público pelo filme “A Estrada”, com Viggo Mortensen) entrega, com “Os Infratores”, um longa que chama a atenção pela boa reconstituição de época que faz de um dos períodos mais complicados da história norte-americana. Além disso, ele consegue destacar aquilo que o roteiro escrito por Nick Cave (cujos três roteiros de sua carreira foram filmados justamente por John Hillcoat) tem de mais interessante: a captura da ganância, da arrogância, do deslumbramento e da corrupção a que estão sujeitas as pessoas que se envolvem nesse tipo de situação.

Entretanto, ao mesmo tempo, é impossível, durante a experiência de assistir “Os Infratores”, ficar incólume a algumas falhas de roteiro, como, por exemplo, o mau desenvolvimento e aproveitamento das personagens interpretadas por Jessica Chastain e Mia Wasikowska. Além disso, o diretor John Hillcoat poderia ter sido mais cuidadoso com o trabalho de seus atores, especialmente com o vilão do filme, interpretado pelo ator Guy Pierce, cuja atuação está muito fora de tom, beirando o caricatural. Mesmo assim, o resultado final obtido pelo diretor foi positivo.

3 comments

  1. celosilva365 13 junho, 2013 at 00:51 Responder

    É um filme que ao meu ver, se preocupa muito com o visual e deixa a história um pouco de lado. Jessica Chastain é quase uma alegoria. Eu achei interessante, mas poderia ser melhor.

Deixe uma resposta