Cena da Semana: "O Filho da Noiva"

("O Filho da Noiva" [2001] - diretor: Juan José Campanella)

Na época em que estreou nos cinemas de todo o mundo, "O Filho da Noiva" representava o princípio da nova fase do cinema argentino, que oferecia um olhar para os problemas políticos e econômicos do país, ao mesmo tempo em que se centrava em histórias com apelo universal.

Muitos poderão se identificar com Rafael Belvedere (Ricardo Darín), um homem que passa por sérios problemas pessoais e profissionais. Apesar de se sentir culpado por causa de vários aspectos de sua vida, ele pouco faz para modificar aquilo que ele sente estar errado.

Esse filme nos mostra a jornada de Rafael em busca daquilo que é simples, mas tão difícil: aproveitar cada dia que vivemos, dando valor àquilo que realmente importa.

5 comments

  1. Paulo Ricardo 28 junho, 2015 at 22:08 Responder

    Eu adoro o cinema argentina e esse filme é muito bom.O cinema argentino é fantástico e Ricardo Darín um dos melhores atores do cinema(não só argentino,mas no geral).São tantos grandes filmes,mas destaco “Nove Rainhas”,”Um Conto Chinês”,”O Segredo dos Seus Olhos”,”Tese Sobre um Homicídio”,”O Abutre”,”Relatos Selvagens”…os argentinos fazem cinema de primeira.O novo leyout do “Cinéfila por Natureza” ficou muito bom.

    • Kamila Azevedo 28 junho, 2015 at 22:53 Responder

      Paulo, também gosto do cinema argentino e esse foi um dos primeiros filmes do país que eu tive a oportunidade de assistir. Acho que o nosso cinema pode – e deve – aprender muito com eles. Obrigada!!

Deixe uma resposta