Fragmentado

Nota7
7
Reader Rating: (2 Rates)8.6

O transtorno dissociativo de identidade, também conhecido como transtorno de múltiplas personalidades, acontece quando uma pessoa tem, dentro de si, características de várias personalidades ou identidades. Cada uma dessas personas tem a sua maneira de interagir e de perceber o mundo ao seu redor, assim como também possui a capacidade de obter o controle do comportamento do portador da doença.

Kevin Wendell Crumb (James McAvoy, numa excelente atuação), protagonista de Fragmentado, filme dirigido e escrito por M. Night Shyamalan, é portador deste transtorno. Quando o encontramos pela primeira vez, ele está colocando em prática o plano de sequestrar três adolescentes – interpretadas pela revelação Anya Taylor-Joy e por Jessica Sula e Haley Lu Richardson –, que estavam saindo de uma lanchonete, onde comemoravam o aniversário de uma delas.

A dinâmica estabelecida pelo roteiro do filme ocorre no cativeiro em que as jovens se encontram. É lá que vemos desenhadas as diferentes facetas de Kevin, a manifestação de suas 23 personalidades distintas, bem como as diversas maneiras pelas quais as três adolescentes tentam compreender o que está ocorrendo com elas e de que maneira elas podem escapar daquele local e obterem alguma ajuda – prestem atenção especial à maneira como Shyamalan desenvolve a personagem de Casey, uma das três adolescentes sequestradas por Kevin.

Outra interação que ocorre no filme é a que se estabelece entre Kevin e sua psicóloga, a Dra. Karen Fletcher (Betty Buckley). Uma das maiores especialistas no estudo do transtorno dissociativo de identidade, é por meio dela que também compreenderemos o que ocorre com Kevin e quais os limites que ele pode alcançar em termos do ato que ele cometeu, ao sequestrar as três jovens.

M. Night Shyamalan foi um diretor que obteve um começo de carreira arrasador com os filmes O Sexto Sentido e Corpo Fechado. Após uma série de tropeços e de longas em que ele não conseguiu repetir a mesma criatividade e virtuose vista nas duas primeiras obras de sua carreira, há que se valorizar o fato de que Shyamalan nunca desistiu de tentar voltar à boa forma. Durante boa parte de Fragmentado, o que vemos é um filme bem consistente e muito bem desenvolvido, que lembra a fase áurea do diretor; entretanto, o longa peca muito em seu ato final – que é um tanto fantástico e perde o contato com a realidade.

Fragmentado (Split, 2017)
Diretor: M. Night Shyamalan
Roteiro: M. Night Shyamalan
Elenco: James McAvoy, Anya Taylor-Joy, Betty Buckley, Haley Lu Richardson, Jessica Sula, Izzie Coffey, Sebastian Arcelus, Brad William Henke

4 comments

  1. Pablo Caldas 7 abril, 2017 at 18:28 Responder

    Eu gostei muito do filme, desde a escolha dos atores até mesmo o desenrolar da história, as cenas finais e o jeito como ele conduziu ao desfecho são sensacionais. Como você disse, lembra o M. Night dos primeiros filmes dele e nos leva a acreditar que aquela boa fase dele pode estar voltando.

Deixe uma resposta