Velozes e Furiosos 8

publicado em:2/05/17 12:12 PM por: Kamila Azevedo Cinema

Sem dúvida alguma, uma das franquias mais profícuas do cinema em anos recentes é a que envolve os filmes da série Velozes e Furiosos. Ao longo de 16 anos, foram 8 filmes lançados. Se muita gente esperava que a franquia fosse terminar com o sétimo filme, lançado em 2015, após a morte de Paul Walker, eis que o seu protagonista, Vin Diesel, anuncia que a série não só teria mais um longa, como também terminaria com uma trilogia – ao que tudo indica, após a 10ª sequência, que seria lançada em 2021. Enquanto o fim não chega, vamos nos ater a Velozes e Furiosos 8, filme dirigido por F. Gary Gray.

Logo na primeira cena de Velozes e Furiosos 8, somos relembrados sobre as qualidades principais de Dominic Toretto (Vin Diesel). Além de ser um craque no volante e um grande conhecedor do funcionamento de um bom carro, Dom tem qualidades que saltam à vista, como a dignidade, a valorização do respeito e o amor à família. São esses os valores que o norteiam e que determinam todas as decisões que ele toma.

Por isso mesmo, quando Dom cede às investidas da misteriosa Cipher (Charlize Theron) e começa a trabalhar para ela, sozinho, fazendo “pequenos” serviços ao redor do mundo, a gente sabe que alguma coisa está muito errada. A sensação de estranhamento continua, a partir do momento em que a gente vê a formação de uma nova equipe – com os membros do antigo grupo liderado por Dom, com a exceção óbvia de Brian – acrescida de novos integrantes, como os já conhecidos Hobbs (Dwayne Johnson) e Deckard (Jason Statham).

O diretor F. Gary Gray tem talento e competência para uma franquia desse tipo. Aliás, depois que ele fez Uma Saída de Mestre (que continha várias cenas de perseguições de carros muito bem dirigidas), a sensação que dá é a de que ele já deveria ter dirigido um filme dessa série há um bom tempo. O trabalho dele, em Velozes e Furiosos 8, foi satisfatório, colocando em evidência o que o público que vem assistir a este tipo de filme deseja: cenas de ações grandiosas e cenas de perseguições de tirar o fôlego. O bônus adicional vem da presença de Charlize Theron neste longa. Mesmo interpretando uma vilã caricata, vale a pena ver alguém que, mesmo que por poucos momentos, conseguiu vencer Dominic Toretto.

Velozes e Furiosos 8 (The Fate of the Furious, 2017)
Direção: F. Gary Gray
Roteiro: Chris Morgan (com base nas personagens criadas por Gary Scott Thompson)
Elenco: Vin Diesel, Jason Statham, Dwayne Johnson, Michelle Rodriguez, Tyrese Gibson, Chris “Ludacris” Bridges, Charlize Theron, Kurt Russell, Nathalie Emmanuel, Luke Evans, Elsa Pataky, Scott Eastwood



Post Tags

Kamila Azevedo

Jornalista e Publicitária



Comentários



Deixe uma resposta