logo

Laços de Ternura | Cena da Semana

publicado em:11/03/18 12:42 PM por: Kamila Azevedo Cena da Semana


(Laços de Ternura [1983] – diretor: James L. Brooks)

Baseado no livro escrito por Larry McMurtry (que, anos depois, seria um dos autores do roteiro de O Segredo de Brokeback Mountain, filme de Ang Lee), Laços de Ternura, dirigido e escrito por James L. Brooks, é um filme que está centrado na relação que uma mãe estabelece com a sua filha ao longo dos anos, principalmente acompanhando a transição da filha da adolescência à idade adulta.

Interessante perceber que as transformações, por isso mesmo, são mais evidentes em Emma (Debra Winger, indicada ao Oscar 1984 de Melhor Atriz pela performance neste filme), a filha. Quando o longa começa, ela está saindo da adolescência, prestes a entrar na faculdade. No decorrer de Laços de Ternura, vemos Emma se casar com Flap Horton (Jeff Daniels), se tornar a mãe de três filhos, se mudar constantemente de cidade e passar por algumas crises pessoais. A constante maior dela é o relacionamento (turbulento, mas sólido) com a mãe Aurora (Shirley MacLaine, vencedora do Oscar 1984 de Melhor Atriz pela performance neste longa), uma mulher cuja característica principal é evitar relacionamentos amorosos – e que se vê envolvida justamente com um homem sedutor, o ex-astronauta Garrett Breedlove (Jack Nicholson, vencedor do Oscar 1984 de Melhor Ator Coadjuvante pela atuação neste filme).

Um filme vencedor de 5 Oscars (todos nas categorias principais), Laços de Ternura é uma obra que chama a atenção justamente pela maneira como retrata o relacionamento entre Aurora e Emma. Elas refletem justamente os altos e baixos que estão diretamente envolvidos numa relação familiar como a delas. Ao mesmo tempo, acompanhamos no filme pessoas que não são perfeitas, mas que tentam superar as adversidades com alegria e com coragem. O quarto final do filme é muito bonito, por nos reforçar as qualidades que são mais evidentes em cada uma dessas personagens.



Post Tags

Jornalista e Publicitária


Comentários


Fui assistir “Laços de Ternura” com muito atraso,graças a Netflix e gostei bastante.Uma história delicada de mãe e filha,com um final emocionante.Debra Winger e Shirley McLaine dão um show.

Responder

Paulo, tenho “Laços de Ternura” em DVD e revi o filme recentemente justamente no Netflix. A história, para mim, continua atual. Amo as atuações de Debra Winger e de Shirley MacLaine.

Responder

Deixe uma resposta