logo

Vingadores: Era de Ultron

publicado em:16/05/15 1:34 AM por: Kamila Azevedo Cinema

É certo dizer que “a cereja no topo do bolo” do universo Marvel, é a franquia “Os Vingadores”. Se os super-herois e as personagens secundárias que participam desta série têm a chance de brilhar – sozinhos – e de terem as suas tramas desenvolvidas por completo nos seus próprios filmes, é aqui que eles, como um grupo, têm a oportunidade de mostrar, desde a primeira cena, o por quê deles – juntos – serem imbatíveis – em termos de força, de potencial narrativo e, claro, de retorno nas bilheterias.

Continuação do filme lançado em 2012, “Vingadores: Era de Ultron”, longa dirigido e escrito por Joss Whedon, parte de um contraponto muito interessante. Se a existência desses super-herois se justifica pelo fato de que a terra precisa deles para a manutenção do seu equilíbrio e da sua segurança, o que significaria para eles o sucesso do programa de manutenção de paz que está sendo desenvolvido por Tony Stark (Robert Downey Jr.)? Eles perderiam o seu propósito?

Por incrível que pareça, essa é uma pergunta a qual “Vingadores: Era de Ultron” não oferece resposta. O filme mostra os super-herois mais poderosos da Terra – o já citado Tony Stark/Homem de Ferro, Steve Rogers/Capitão América (Chris Evans), Bruce Banner/Hulk (Mark Ruffalo), Thor (Chris Hemsworth), Natasha Romanoff/Viúva Negra (Scarlett Johansson) e Clint Barton/Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) – em uma nova trama em que eles devem salvar o planeta de uma grande ameaça.

Joss Whedon, acertadamente, insiste nos elementos que fizeram do primeiro filme um grande sucesso, como apostar na ênfase da importância do trabalho em equipe e em como as forças dessas personagens unidas se transformam em algo quase impossível de ser batido. Entretanto, o diretor peca em dois aspectos: o primeiro – as cenas de ação, que são muito megalômanas, com tudo acontecendo ao mesmo tempo agora, o que causa tontura na plateia; e o segundo – o excesso de tiradas cômicas, na maior parte das vezes sem qualquer fundamento.



Post Tags

Jornalista e Publicitária


Comentários


Ainda não vi “Vingadores:Era de Ultron”.Tenho que conferir “Mad Max” e “O Franco Atirador”(Sean Penn se rendeu a máquina hollywoodiana).Não li sua crítica para ficar isento na exibição do filme,mas prometo que volto aqui depois de ver.

Responder

Paulo, quero muito conferir “Mad Max: Era da Fúria”. Não pretendo ver Sean Penn dando uma de Liam Neeson! rsrsrs

Responder

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.