>Juno (Juno, 2007)

>

Após tomar dois litros de suco de laranja e fazer um teste de gravidez pela terceira vez (todos com resultado positivo), o olhar de Juno MacGuff (Ellen Page, numa fantástica performance que lhe rendeu uma indicação ao Oscar 2008 de Melhor Atriz) não reflete a alegria de uma descoberta esperada. Na realidade, o que a gente vê é medo e apreensão. Afinal, na cabeça dos adolescentes do filme “Juno”, do diretor Jason Reitman, a gravidez é algo que só acontece com suas mães e professoras.

Uma jovem articulada e inteligente, Juno será pega totalmente desprevenida pela descoberta da gravidez – que aconteceu após perder a virgindade com o amigo Paulie Bleeker (Michael Cera, ótimo). Ao contrário do que acontece com outras adolescentes na mesma situação, Juno terá um sistema de apoio fortíssimo. A família – o pai Mac (J.K. Simmons, do seriado “The Closer”) e a madrasta Bren (Allison Janney, do seriado “The West Wing”) – ficará ao seu lado. A melhor amiga Leah (Olivia Thirlby) será a companhia de todas as horas. Por causa disso, o aborto é uma idéia que Juno nem considera. Sua decisão final é entregar a criança para adoção. O casal escolhido é Mark (Jason Bateman) e Vanessa Loring (Jennifer Garner). Os dois são educados e bem de vida e, principalmente, sonham em ter um filho.

Aos poucos, o excelente roteiro da ex-stripper Diablo Cody vai nos mostrando que por trás de tanta normalidade existem conflitos bem complicados. Ao longo dos nove meses de gravidez, Juno passará por um processo de amadurecimento que fará com que ela enxergue coisas que antes lhe passavam completamente despercebidas. Por outro lado, o casal Mark e Vanessa Loring – as vésperas da realização do grande projeto deles como casal – começam a encarar todas aquelas rusgas que são típicas de qualquer relacionamento que possui uma certa história.

Das cinco obras indicadas ao Oscar 2008 de Melhor Filme, “Juno” é o maior sucesso de bilheteria. O êxito contagiou até a trilha sonora da película. Movida pela bela “Anyone Else But You” (cantada pela dupla Ellen Page e Michael Cera), o CD de “Juno” é o mais vendido, nos EUA, de acordo com a lista da revista Billboard. Isto tudo pode ser explicado pelo fato de que o roteiro de Diablo Cody fala sobre gente real, com conflitos verdadeiros e passando por situações que poderiam muito bem acontecer comigo ou com você. “Juno” não é um filme sobre a gravidez na adolescência ou sobre amadurecer. É, na realidade, uma grande história de amor, especialmente sobre o tipo que esperamos encontrar para a vida inteira – seja ele na forma do amor familiar, de mãe, de filho (a), de amigo (a) ou de um parceiro (a).

Cotação: 10,0

Juno (Juno, EUA, 2007)
Diretor(es): Jason Reitman
Roteirista(s): Diablo Cody
Elenco: Ellen Page, Michael Cera, Jennifer Garner, Jason Bateman, Allison Janney, J.K. Simmons, Olivia Thirlby, Eileen Pedde, Rainn Wilson, Daniel Clark, Darla Vandenbossche, Aman Johal, Valerie Tian, Emily Perkins, Kaaren de Zilva

Deixe uma resposta