Star Wars: O Despertar da Força

Nota9
9
Reader Rating: (0 Rates)0

Uma série cinematográfica como Star Wars já virou parte da cultura popular, na medida em que o culto à sua história e, principalmente, aos seus personagens, já ultrapassou os limites do cinema. Por isso mesmo, há que se ressaltar o fato de que o mais novo filme desta franquia, Star Wars: O Despertar da Força, dirigido e co-escrito por J.J. Abrams, parece ter sido uma obra escrita e produzida para fãs desta franquia cinematográfica, ao mesmo tempo em que possui uma história bem didática que irá fazer sentido para aqueles que estão entrando em contato pela primeira vez com este universo.

Star Wars: O Despertar da Força retoma essa história décadas após os acontecimentos que foram retratados em O Retorno de Jedi, filme de Richard Marquand que encerra a trilogia original. A Galáxia Muito... Muito Distante encontra-se em um momento particularmente sombrio, em que o equilíbrio entre a Força e o seu Lado Negro está em desarmonia e o mundo vive uma onda de injustiça. Neste sentido, a Primeira Ordem tenta implantar o seu domínio sobre o poder que a República ainda possui, enquanto que a Resistência tenta achar um caminho para a volta da filosofia Jedi, de forma a salvar o que restou do antigo Império.

Apesar de fazer referência e de colocar em tela personagens e situações que fazem parte da cultura Star Wars, como a nave Millennium Falcon, os robôs C-3PO e R2-D2, o fiel escudeiro Chewbacca, e gente como Han Solo (Harrison Ford) e a, agora, General Leia Organa (Carrie Fisher), a verdade é que o roteiro de Lawrence Kasdan, J.J. Abrams e Michael Arndt utiliza o passado para abrir caminho para o futuro que esta franquia terá, na medida em que a trama é movida por novos personagens, como a jovem Rey (Daisy Ridley), o stormtrooper Finn (John Boyega), o piloto Poe Demeron (Oscar Isaac), Kylo Ren (Adam Driver), o General Hux (Domhnall Gleeson) e o Líder Supremo Snoke (Andy Serkis), que serão fundamentais para o propósito principal desta, supõe-se, nova trilogia.

A franquia Star Wars tem uma trajetória deveras interessante. Devido ao sucesso de seus três filmes originais, ela acabou ocasionando o nascimento de uma segunda trilogia cujo objetivo maior era desvendar o pano de fundo por trás de Anakin Skywalker para podermos compreender como ele foi suscetível à transformação em Darth Vader. Essa terceira trilogia que se inicia com O Despertar da Força reverencia o passado, de forma a construir um novo futuro, com novos personagens, mas com os elementos clássicos de sempre, principalmente a presença constante do embate interno entre o bem e o mal que existe em cada um de nós. Sem dúvida, trata-se de um trabalho brilhante de J.J. Abrams, que já havia feito algo parecido na recriação de outra franquia amada pelos seus aficionados: Star Trek.

Star Wars: O Despertar da Força (Star Wars: The Force Awakens, 2015)
Direção: J.J. Abrams
Roteiro: Lawrence Kasdan, J.J. Abrams e Michael Arndt (com base nos personagens criados por George Lucas)
Elenco: Harrison Ford, Mark Hamill, Carrie Fisher, Adam Driver, Daisy Ridley, John Boyega, Lupita Nyong´o, Oscar Isaac, Andy Serkis, Domhnall Gleeson, Anthony Daniels, Max Von Sydow, Peter Mayhew, Simon Pegg

Deixe uma resposta